Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado estadual Cobra Repórter (PSD) apresentou na terça (24), na Assembleia de Legislativa um projeto de lei que denomina a cidade de Cambé, no Norte do Estado, como a"Capital Estadual do Cadeado".

Uma das justificativas para a apresentação do projeto é a de que município abriga a maior empresa do ramo de fabricação de cadeados e fechaduras do país, a PADO, no mercado há mais de 80 anos e em Cambé desde 1997. A empresa é a líder nacional do setor e foi fundada em 1936, na capital paulista.

O deputado explica que é possível garantir benefícios para o município com a lei. "Como conseguimos para Arapongas o título de Capital Moveleira, foi possível garantir a devolução do ICMS cobrado sobre as lixas usadas na fabricação de móveis, ajudando os empresários a gerarem mais empregos. Com o título, poderemos garantir benefícios para Cambé", afirma.

A empresa produz 20 milhões de produtos todos os anos, como fechaduras e cadeados, com avançados equipamentos e modernos sistemas de produção, gerando aproximadamente 1.500 empregos diretos, sendo a sexta marca mais conhecida da construção civil brasileira

“Temos que valorizar as empresas que se instalam em nosso Estado, adotando o Paraná para a sua produção industrial, gerando aqui empregos e produtos de qualidade e renome internacional. A PADO é uma destas referências, que adotou o povo trabalhador cambeense, fazendo com que a cidade de Cambé seja merecedora de distinção e o Título de‘Capital Estadual do Cadeado’, destaca.

O deputado Cobra Repórter reforça ainda que, além dos empregos diretos, a empresa prepara os jovens para o mercado com cursos de mão de obra. Há 10 anos é responsável pelo projeto da escola profissionalizante Erich e Nina Gardemann, que oferece cursos nas áreas de hidráulica, pneumática, mecânica, elétrica e eletrônica.

O projeto tem autoria do deputado Cobra Repórter e a coautoria do deputado Tiago Amaral.

Meire Bicudo/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios