Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

DivulgaçãoPara homenagear o pesquisador da Embrapa Soja, Nilton Pereira da Costa, falecido em dezembro de 2008, o Emater – Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural -, o Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural e o Sindicato Rural de Cambé entregarão um troféu com o nome do pesquisador aos produtores campeões das edições dos Concursos Municipais Contra Perdas nas Colheitas da Soja. A solenidade de entrega do “Prêmio Nilton Pereira Da Costa”será no 12 de junho, às 19h30, no Parque Figueira Branca, sede do Sindicato Rural de Cambé, e deve contar com a presença de 800 produtores e autoridades estaduais e municipais.

“O Nilton foi o grande colaborador de todo o trabalho de perdas na colheita de soja, tornando o município de Cambé destaque nacional em redução de perdas. Quando começamos o programa, a média das perdas era de 2,4 sacas por hectare e, na última safra, o índice caiu para 0,4 sacas por hectare”, enfatiza o extencionista do Emater, Alcides Bodnar.

O Prêmio Nilton Pereira Da Costaserá entregue ao vencedor da edição de 2009 e também aos ganhadores dos concursos anteriores (período de 1994 a 2009). O evento é promovido pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento de Cambé, em parceria com o Emater. A Embrapa Soja sempre apoiou o evento, por meio da equipe de sementes, que promoveu treinamentos e orientações técnicas para a assistência técnica e, anualmente, realiza a pesagem dos grãos coletados nas propriedades participantes. 

Menos perdas na colheita

Todos os anos, os agricultores brasileiros perdem na operação de colheita, em média, 2 sacas de soja por hectare. O desperdício poderia ser reduzido pela metade, se os produtores utilizassem, durante a operação de colheita, o copo medidor, capaz de monitorar as perdas. O instrumento, desenvolvido pela Embrapa Soja, é capaz de apontar o índice de grãos perdidos. A partir dessa informação, o agricultor pode investigar o que provoca o desperdício: se é má regulagem da máquina, velocidade excessiva da colhedora, entre outros fatores.
(Asimp/Embrapa)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios