Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Ministério Público do Paraná protocolou, na última terça-feira (13 de janeiro), denúncia contra três ex-diretores da Santa Casa de Misericórdia de Cambé, na Região Norte do Estado. Os ex-diretores e outras três pessoas são acusados de desviar e de se apropriar de dinheiro do hospital, em proveito em próprio e alheio.

Segundo os promotores de Justiça que investigaram o esquema, os ex-diretores do hospital, que estão afastados por ordem da Justiça desde outubro de 2012, e os demais envolvidos, desviaram um total de R$ 173 mil. As investigações mostraram que o desvio era realizado por meio de cheques da instituição, emitidos, nominalmente, a empresas que não haviam prestado serviços ou fornecido quaisquer mercadorias. Em alguns casos, as empresas chegaram a fornecer recibos falsos à Santa Casa. No entanto, os cheques eram depositados em contas particulares de pessoas ligadas à Administração do hospital.

O MP pede que os denunciados sejam condenados pelos crimes de formação de quadrilha e peculato. A denúncia foi apresentada à Vara Criminal de Cambé.

Asimp/MP/PR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios