Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Ministério Público do Paraná protocolou, na última terça-feira (13 de janeiro), denúncia contra três ex-diretores da Santa Casa de Misericórdia de Cambé, na Região Norte do Estado. Os ex-diretores e outras três pessoas são acusados de desviar e de se apropriar de dinheiro do hospital, em proveito em próprio e alheio.

Segundo os promotores de Justiça que investigaram o esquema, os ex-diretores do hospital, que estão afastados por ordem da Justiça desde outubro de 2012, e os demais envolvidos, desviaram um total de R$ 173 mil. As investigações mostraram que o desvio era realizado por meio de cheques da instituição, emitidos, nominalmente, a empresas que não haviam prestado serviços ou fornecido quaisquer mercadorias. Em alguns casos, as empresas chegaram a fornecer recibos falsos à Santa Casa. No entanto, os cheques eram depositados em contas particulares de pessoas ligadas à Administração do hospital.

O MP pede que os denunciados sejam condenados pelos crimes de formação de quadrilha e peculato. A denúncia foi apresentada à Vara Criminal de Cambé.

Asimp/MP/PR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.