Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Secretaria Municipal de Saúde de Cambé, através dos Departamentos de Atenção Básica e do Planejamento e Educação em Saúde, realizou a oficina “Saúde do Idoso na Atenção Básica e Estratificação de Risco”, no auditório do Hospital São Francisco, para as coordenadoras e enfermeiras da Rede de Atenção Básica. A oficina teve por objetivo ilustrar noções gerais sobre envelhecimento, como apresentar o VES-13, instrumento inovador no país para avaliar vulnerabilidade da Pessoa Idosa, bem como estimular a equipe a preservar ou resgatar a independência e autonomia das pessoas idosas numa assistência multiprofissional.

Segundo o Censo IBGE de 2010, a população idosa brasileira é composta por 23 milhões de pessoas, totalizando 11,8% da população total do País. A expectativa de vida para a população brasileira aumentou para 74 anos, sendo 77,7 anos para a mulher e 70,6 para o homem. Este aumento representa uma importante conquista social e resulta da melhoria das condições de vida, com ampliação do acesso a serviços médicos preventivos e curativos, avanço da tecnologia médica, ampliação da cobertura de saneamento básico, água encanada, esgoto, aumento da escolaridade, da renda, entre outros determinantes sociais. Destaca-se também o aumento do número de idosos centenários, hoje existem 24 mil idosos com 100 anos ou mais (IBGE/PNAD 2011).

O envelhecimento da população brasileira produz demandas que requerem respostas das políticas sociais envolvendo o Estado e a sociedade, implicando novas formas de cuidado, em especial aos cuidados prolongados e a atenção domiciliar. Para orientar as ações setoriais e intersetoriais no campo do envelhecimento e saúde da pessoa idosa, são elaborados e publicados marcos legais e normativos, cabendo à Saúde garantir atenção integral a essa população, por intermédio do Sistema Único de Saúde. Nos últimos anos a questão da qualidade nas práticas executadas dentro dos serviços públicos com ênfase na área de saúde, em especial aos da Atenção Básica, tem sido um compromisso cada vez maior por parte dos gestores da Atenção Básica no município de Cambé, neste sentido, oficina como esta garantem a melhoria da assistência.

Além desta oficina, os próprios enfermeiros das equipes do Programa Saúde da Família, em seus locais de atuação, vão dar continuidade a este processo, com a multiplicação dos conteúdos aos demais membros da equipe.

ASCOM/PMC

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios