Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Começou a ser definida a estratégia de tráfego durante as obras do viaduto da Bratislava, na BR-369, em Cambé, na interseção da avenida Brasil com a estrada Bratislava. Uma reunião entre representantes da Prefeitura de Cambé, do Departamento de Estradas e Rodagem, Polícia Rodoviária Federal, da Concessionária Triunfo Econorte e do Consórcio Cambé OAE Bratislava, formado por 3 empresas, que executará a obra, discutiu alternativas para que as intervenções de tráfego que forem necessárias fazer ofereçam segurança, praticidade e causem o menor impacto possível ao longo da obra, que tem um prazo de 18 meses para ficar pronta – três para o projeto e 15 para execução da obra.

O valor do contrato é de R$ 13.560.000,00. Formado pelas empresas Contersolo Construtora de Obras, Dreno Construções e CR Engenharia e Projetos, o consórcio começou a trabalhar no projeto no dia 1º de dezembro.

O cruzamento na BR-369 recebe um fluxo de veículos muito grande, pois está na rota principal do trecho Londrina – Maringá, além de também ser o caminho diário de moradores de cidades próximas, como Rolândia, Arapongas e Ibiporã, no deslocamento para trabalhar. A estimativa de tráfego diário médio de veículos no local é de quase 20 mil automóveis e mais de 6 mil caminhões, o que gera grandes engarrafamentos, principalmente nos horários de pico, e também acidentes.

 “O objetivo é salvar vidas com uma estrada mais segura, mas também esta obra traz a possibilidade de desenvolvimento econômico para a cidade”, ressaltou o prefeito Conrado Scheller.

O presidente da Companhia de Desenvolvimento de Cambé (Comdec), Mário Vander Martins Roberto, esta fase do projeto é fundamental, pois envolve além dos transtornos de trânsito, a questão da segurança de quem usa os trechos que sofrerão alteração no tráfego. “Claro que teremos transtornos durante a obra, pois isso é inevitável, mas precisamos ter garantia de segurança durante a execução. O objetivo é minimizar os impactos no trânsito sem descuidar da segurança”, pontuou o presidente da Comdec.

A BR-369, entre a avenida Brasil e a estrada da Bratislava, será rebaixada para criar uma trincheira. A obra será executada com dois viadutos, que darão continuidade à Avenida Brasil e à Estrada Bratislava em um trecho de aproximadamente 800 metros.

Conforme o projeto, primeiro serão feitas as obras nas marginais, para que o tráfego de veículos possa ser desviado por lá. Posteriormente, na segunda fase das obras, será feito o rebaixamento da BR-369, passando por baixo dos dois viadutos.

A obra impactará ainda em um terceiro cruzamento, na estrada da Esperança, a popular parada da panela. O prefeito Conrado Scheller já iniciou as tratativas com o governador Ratinho Junior para uma nova trincheira neste ponto. “O governador já sinalizou positivamente para esta obra. Então, vamos intensificar as conversas para agilizar mais esta trincheira, o que vai deixar ainda mais segura a rodovia neste trecho que passa por Cambé e que poderá alavancar definitivamente o desenvolvimento da cidade, que está localizada em um ponto muito estratégico para indústrias e centros de distribuição”, projetou o prefeito.

NCPMC

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.