Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A cidade de Apucarana sediará a segunda Audiência Pública do Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável da Metrópole Paraná Norte. A reunião acontece em 11 de junho, a partir das 18h30, no Auditório do Senac. No evento serão apresentadas as informações contidas nos relatórios de contextualização, que já estão disponíveis para consulta no site do Plano da Metrópole Paraná Norte.

Na audiência pública, toda a comunidade poderá contribuir para aprimorar o documento. Por isso, é importante acessar o conteúdo dos relatórios no site.

Entre os temas que serão abordados estão os resultados da análise das forças, fraquezas, oportunidades e ameaças trabalhadas nas oficinas de contextualização, além das pesquisas de origem e destino de cargas transportadas e as análises do comportamento comercial da região.

A partir das contribuições recebidas nas oficinas, ocorridas em abril, e nesta Audiência Pública, será elaborada a versão final do Relatório de Contextualização, documento que conterá informações levantadas após um diagnóstico detalhado da região em estudo.

A audiência encerrará a segunda etapa da elaboração do Plano da Metrópole Paraná Norte. A próxima etapa contará, a partir desse diagnóstico aprovado, com a construção dos cenários. Esta fase descreve de forma simples e objetiva uma realidade futura e possível, partilhada por todos, considerando tendências e influências e visando a competitividade da região.

Corredor de desenvolvimento

O Plano de Desenvolvimento Regional Sustentável da Metrópole Paraná Norte é um projeto do Governo do Paraná que conta com o apoio do Banco Mundial. Ele tem como meta o desenvolvimento de um grande corredor unindo as cidades de Arapongas, Rolândia, Cambé, Londrina, Ibiporã, Jataizinho, Apucarana, Paiçandu, Maringá, Sarandi, Marialva, Mandaguari, Jandaia do Sul, Cambira e Mandaguaçu.

Ao todo, são 15 municípios situados ao longo das BR-369 e BR-376, concentrados em uma área de 6.225 quilômetros quadrados, somando1,5 milhão de habitantes e um PIB de R$ 35 bilhões.

Além do Consórcio Cobrape-Urbtec, contratado para elaborar o plano, participam do trabalho as Secretarias de Estado do Planejamento e Projetos Estruturantes, Infraestrutura e Logística, Desenvolvimento Sustentável e do Turismo e Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas. Também participam o Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes) e representantes eleitos e indicados pelos 15 municípios.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios