Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Investimento inclui um novo parque, ampliação da estação de tratamento de esgoto e ainda um convênio com a Santa Casa de Arapongas para a construção de um pronto-socorro e de UTI neonatal.

O governador Carlos Massa Ratinho Junior confirmou ontem (13) a liberação de R$ 57,6 milhões para execução de obras estruturantes em Arapongas, na Região Norte. As ações contemplam a construção de um parque urbano, ampliação da estação de tratamento de esgoto, urbanização de ruas e a reforma e ampliação de um centro nutricional. No mesmo evento, foram anunciadas 1.479 novas casas populares e um condomínio do idoso.

Além disso, o Governo do Estado formalizou convênio com a Santa Casa para a construção de um novo pronto-socorro no município. “É um trabalho em conjunto. Um time unido que contribui para o desenvolvimento de Arapongas e do Paraná. E Arapongas crescendo puxa as cidades menores que estão próximas, impactando em toda a região”, destacou Ratinho Junior.

A maior parte dos recursos se dará por meio da Sanepar. A companhia de saneamento vai destinar R$ 51,5 milhões para ampliar a Estação de Tratamento de Esgoto Campinho. A capacidade de tratamento vai passar dos atuais 60 litros por segundo para 115 litros por segundo. Obra que se soma a outras intervenções em andamento na cidade, no valor de R$ 80 milhões, destinadas à universalização do saneamento básico.

“Saneamento básico é o mínimo que o Estado pode dar à população. E aqui no Paraná temos indicadores que estão entre os melhores do País. Isso é qualidade de vida, saúde. Vamos avançar cada vez mais”, afirmou o governador.

O governador confirmou, também, a construção do Parque de Arapongas. Com área de 76.593,14 metros quadrados, o espaço será localizado no Lago dos Pássaros, um dos cartões-postais da cidade. O investimento da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo será de R$ 2,5 milhões. “Ao instalar um parque como esse melhoramos todo o entorno. É o meio ambiente aliado ao lazer”, disse Ratinho Junior.

O parque vai contar com três lagos represados, que devem abrigar peixes, patos e tartarugas; trilhas para caminhada; e espaços destinados ao lazer, com equipamentos e mobiliários de recreação, como a academia ao ar livre e um playground. O projeto contempla, ainda, a reforma da antiga Usina do Conhecimento, que passará a abrigar a Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

“É uma obra símbolo do município de Arapongas. São áreas de convivência para as famílias e que permitem a conservação do solo e da água e a preservação do meio ambiente”, disse o secretário de Estado do Desenvolvimento Sustentável e Turismo, Márcio Nunes. “O Paraná tem atualmente o maior programa de construção de parques urbanos do País, são mais de 45 como esse que Arapongas vai receber”.

Governo libera R$ 57,6 milhões para Arapongas. Foto: Jonathan Campos/AEN

Desenvolvimento urbano

O pacote inclui outras intervenções urbanas. Uma delas é a ampliação e reforma do Centro de Referência Alimentar e Nutricional de Arapongas (Cerena), estimada em R$ 349.566,24. Também foram autorizados os recursos para a requalificação das ruas Patativa (R$ 500 mil) e Guaratinga (R$ 1,3 milhão). O investimento é da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas.

“Há em andamento uma parceria intensa entre Estado e município, que permitiu à Arapongas se transformar em um grande canteiro de obras. Ações que transformam a vida das pessoas”, disse o secretário do Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas, João Carlos Ortega.

“São investimentos que mudam a cara da cidade, muitos deles em parceria com o Governo do Estado. Estradas, hospitais e parques que ficam para a população”, destacou o prefeito de Arapongas, Sérgio Onofre.

Saúde

A Secretaria de Estado da Saúde firmou um novo convênio com a Santa Casa de Arapongas. O acordo prevê investimento de R$ 1,5 milhão na construção de um novo pronto-socorro e de nova UTI neonatal no hospital – o serviço será oferecido pela primeira vez na cidade.

O complexo médico vai passar dos atuais 101 leitos gerais para cerca de 140 com a readequação. “Esse reforço na saúde será muito importante para a cidade. São mais de três anos de espera. Sem contar que passaremos a ter uma UTI neonatal, o que ainda não existe na cidade”, disse o provedor da Santa Casa de Arapongas, Leonardo Daleffe.

Presenças

Participaram do evento os secretários Norberto Ortigara (Agricultura e do Abastecimento) e Beto Preto (Saúde); o diretor-presidente da Cohapar, Jorge Lange; os deputados federais Luíza Canziani, Filipe Barros e Pedro Lupion; os deputados estaduais Tiago Amaral e Cobra Repórter; o presidente da Câmara Municipal de Arapongas, Rubens Franzin Manoel; o diretor de Relações Institucionais da Pacaembu Construtora, Fred Escobar; o diretor de Negócios da Pacaembu, Fernando Almeida; além de prefeitos da região.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.