Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

No Norte-Central do estado, atuação resolutiva da 1ª Promotoria de Justiça de Porecatu resultou na destinação de recursos para reformas e adaptações necessárias à garantia de acessibilidade em prédios públicos do município de Prado Ferreira, que integra a comarca.

O valor – de R$ 4.034,15 – decorre de multa civil que será paga pelo ex-prefeito de Prado Ferreira (Gestões 2005-2008 e 2009-2012), condenado por ato de improbidade administrativa a partir de ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Paraná (a ação foi motivada por contratações indevidas praticadas pelo ex-prefeito). O termo de composição firmado entre o ex-gestor e o Ministério Público, que viabiliza o efetivo pagamento da multa, foi obtido pela Promotoria de Justiça na última sexta-feira, 6 de setembro.

A partir do acordo, o município se compromete a empregar os recursos na supressão de barreiras e na realização de reformas necessárias para o uso de pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida no banheiro público do Terminal Rodoviário da cidade e nos acessos aos prédios da Câmara e da Prefeitura Municipal. A necessidade de adaptações nas instalações públicas já havia sido apontada pelo MPPR em recomendação administrativa dirigida à Prefeitura de Prado Ferreira em agosto.

(Autos da Ação Civil Pública: 0002774-71.2014.8.16.0137)

Asimp/MPPR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios