Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Ficar sempre de olho no calendário de pagamentos (as datas estão disponíveis aqui: https://bit.ly/pagamentosauxilioabril2020), se informar pelos canais oficiais e evitar pegar filas de bancos e lotéricas só para "ver se o dinheiro já caiu" é o que a população beneficiada pelo auxílio emergencial do governo federal deve fazer neste momento.

A recomendação é da secretária municipal de Assistência Social, Mariza Assumpção Jorge, e de toda a equipe da pasta.

O valor a ser pago é de R$ 600 mensais e, inicialmente, será transferido por três meses. O pagamento da primeira parcela teve início na quinta-feira (09) e seguirá até o dia 30 de abril.

O auxílio emergencial é para os inscritos no Bolsa Família, quem faz parte do cadastro de Microempreendedores Individuais (MEI), contribuintes individuais do INSS, pessoas inscritas no Cadastro Único até 20 de março e os informais que não estão em nenhum cadastro do governo federal.

Para obter o pagamento, o cidadão precisa ter mais de 18 anos, fazer parte de família com renda mensal por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 522,50) – ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135) –, além de não ter tido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.

Em vídeo publicado no canal da Prefeitura de Tamarana no YouTube (https://youtu.be/9dkWph8gKFo), a secretária de Assistência Social conversou com o assessor de comunicação do município, Lucas Marcondes Araújo, para detalhar aos tamaranenses mais informações sobre o auxílio emergencial.

Quem é atendido pelo Bolsa Família irá receber o valor adicional no mesmo dia em que o benefício já é transferido normalmente. São 10 datas para esse público. Elas estão divididas conforme o dígito final do Número de Identificação Social (NIS) do usuário.

Aplicativo é porta de entrada – Se o morador está no Cadastro Único e não recebe o Bolsa Família (ou não tem Cadastro Único, mas se enquadra nos critérios informados acima), basta baixar o aplicativo "Auxílio Emergencial" para saber quando e como o pagamento irá chegar.

Este vídeo (https://youtu.be/haPrVNyPwd4) feito pela Caixa mostra o passo a passo para baixar e se cadastrar no aplicativo. Também há como realizar o procedimento pela página exclusiva do Auxílio Emergencial (www.auxilio.caixa.gov.br).

Onde sanar dúvidas

Dúvidas podem ser solucionadas através desta matéria do Ministério da Cidadania (https://bit.ly/tiraduvidasdoauxilioemergencial), que conta com várias perguntas e respostas em relação ao assunto.

Caso tenha mais perguntas, o cidadão pode ligar para a Secretaria municipal de Assistência Social: o número é o 3398-1977. O atendido tem sido realizado de segunda a sexta-feira, 8h às 12h.

Além disso, dá para entrar em contato com o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Professora Sueli Dias de Oliveira: é só ligar para o 3398-1960 (ou 1961). É de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

* Com informações do Ministério da Cidadania.

NCPMT

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.