Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Ficar sempre de olho no calendário de pagamentos (as datas estão disponíveis aqui: https://bit.ly/pagamentosauxilioabril2020), se informar pelos canais oficiais e evitar pegar filas de bancos e lotéricas só para "ver se o dinheiro já caiu" é o que a população beneficiada pelo auxílio emergencial do governo federal deve fazer neste momento.

A recomendação é da secretária municipal de Assistência Social, Mariza Assumpção Jorge, e de toda a equipe da pasta.

O valor a ser pago é de R$ 600 mensais e, inicialmente, será transferido por três meses. O pagamento da primeira parcela teve início na quinta-feira (09) e seguirá até o dia 30 de abril.

O auxílio emergencial é para os inscritos no Bolsa Família, quem faz parte do cadastro de Microempreendedores Individuais (MEI), contribuintes individuais do INSS, pessoas inscritas no Cadastro Único até 20 de março e os informais que não estão em nenhum cadastro do governo federal.

Para obter o pagamento, o cidadão precisa ter mais de 18 anos, fazer parte de família com renda mensal por pessoa de até meio salário mínimo (R$ 522,50) – ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135) –, além de não ter tido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.

Em vídeo publicado no canal da Prefeitura de Tamarana no YouTube (https://youtu.be/9dkWph8gKFo), a secretária de Assistência Social conversou com o assessor de comunicação do município, Lucas Marcondes Araújo, para detalhar aos tamaranenses mais informações sobre o auxílio emergencial.

Quem é atendido pelo Bolsa Família irá receber o valor adicional no mesmo dia em que o benefício já é transferido normalmente. São 10 datas para esse público. Elas estão divididas conforme o dígito final do Número de Identificação Social (NIS) do usuário.

Aplicativo é porta de entrada – Se o morador está no Cadastro Único e não recebe o Bolsa Família (ou não tem Cadastro Único, mas se enquadra nos critérios informados acima), basta baixar o aplicativo "Auxílio Emergencial" para saber quando e como o pagamento irá chegar.

Este vídeo (https://youtu.be/haPrVNyPwd4) feito pela Caixa mostra o passo a passo para baixar e se cadastrar no aplicativo. Também há como realizar o procedimento pela página exclusiva do Auxílio Emergencial (www.auxilio.caixa.gov.br).

Onde sanar dúvidas

Dúvidas podem ser solucionadas através desta matéria do Ministério da Cidadania (https://bit.ly/tiraduvidasdoauxilioemergencial), que conta com várias perguntas e respostas em relação ao assunto.

Caso tenha mais perguntas, o cidadão pode ligar para a Secretaria municipal de Assistência Social: o número é o 3398-1977. O atendido tem sido realizado de segunda a sexta-feira, 8h às 12h.

Além disso, dá para entrar em contato com o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Professora Sueli Dias de Oliveira: é só ligar para o 3398-1960 (ou 1961). É de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

* Com informações do Ministério da Cidadania.

NCPMT

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios