Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Autarquia celebra conquistas de valorização profissional com a nomeação de engenheiros nos quadros técnicos do poder público e assinatura do convênio Casa Fácil

O Conselho de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) conseguiu resultados concretos nas ações desenvolvidas durante o programa Agenda Parlamentar, realizado no ano passado. Na ocasião, a autarquia distribuiu propostas nas áreas de Engenharias, Agronomia e Geociências para os candidatos das principais prefeituras do Norte Pioneiro.

Dos oitos municípios que receberam as propostas, três acataram algumas das demandas formuladas pelo Crea-PR em parceria com Entidades de Classe e Instituições de Ensino Superior. Os projetos foram elaborados por meio dos Cadernos Técnicos e dos Estudos Básicos de Desenvolvimento Municipal (EBDMs), materiais produzidos por profissionais técnicos altamente especializados que fizeram o trabalho voluntariamente.

Em Bandeirantes, o atual prefeito Jaelson Ramalho Matta compreendeu a necessidade de inclusão de Engenheiros no quatro técnico do município. Atualmente, cinco profissionais compõem as secretarias. São eles: Engenheiro Civil e de Segurança do Trabalho Wagner Toma como Secretário de Planejamento; Engenheiro Civil Jonas Ávila como Secretário de Obras; Engenheiro Agrônomo Paulo Sidnei Zambom Junior como Secretário de Agricultura; Engenheiro Civil Rômulo Farias como Diretor de Planejamento e Engenheiro Civil Ricardo Rivoli, como Diretor de Meio Ambiente.

Toma, que também é inspetor do Crea-PR e segundo tesoureiro da Associação de Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos da Região de Bandeirantes (Aeaban), diz que os profissionais estão atuando com autonomia. “O prefeito nos deu total liberdade para agir conforme as necessidades do município, de forma técnica e de acordo com a legislação”.

O presidente da Aeaban, Engenheiro Mecânico Aylton Veronez Junior, celebrou a conquista. “Para nós, é um ganho muito grande. Temos associados bastante atuantes dentro do poder púbico. A indicação deles mostra que a gestão do novo prefeito se preocupa em trabalhar com profissionais que têm capacidade técnica”, analisa. Além dessas nomeações, o atual prefeito estuda a possibilidade de assinar o convênio Casa Fácil.

A Prefeitura de Ribeirão Claro acatou a proposta do Casa Fácil. Famílias com renda mensal de até três salários mínimos com terreno legalizado e que não têm outros imóveis podem aderir ao Programa. Através do convênio, elas podem ter acesso a projetos arquitetônicos e acompanhamento de um Engenheiro Civil de forma gratuita durante o período de obras. O Programa Casa Fácil foi criado pelo Crea-PR em 1989 e estabelece uma parceria com as Entidades de Classe e prefeituras para a construção de moradias com até 70m². Em mais de 30 anos, o Programa já atendeu mais de 180 mil famílias com a construção de mais de 10 milhões de metros quadrados.O engenheiro agrônomo Fábio Minghini de Campos, que já foi inspetor do Crea-PR, participou ativamente na prospecção do projeto no município. “O convênio foi assinado no final do ano passado, ainda na gestão do prefeito anterior. É uma forma do Crea-PR interagir com a comunidade e mostrar as ações em prol da sociedade. Muitas pessoas conhecem o Conselho apenas como um órgão fiscalizador das profissões de Engenharia, Agronomia e Geociências, mas não sabem que ele atua também com programas que ajudam diretamente a população”, comenta.

Santo Antônio da Platina também aderiu ao Casa Fácil. A parceria foi formalizada no dia 29 de março deste ano e tem vigência até 26 de março de 2024. “Estamos em discussão com a Secretaria de Assistência Social para lançar uma campanha de divulgação do programa, pois, infelizmente, poucas pessoas sabem que está disponível. O convênio permite o atendimento de dez projetos por mês, um grande benefício que precisa ser mais bem aproveitado”, afirma Fernando Ribeiro dos Santos, Engenheiro de Segurança do Trabalho e Presidente da Associação Platinense de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Apla).

O gerente regional do Crea-PR em Londrina, Engenheiro Eletricista Edgar Tsuzuki, enfatiza a importância de estreitar relacionamentos com o poder público. “As prefeituras são grandes contratantes de obras e serviços de Engenharia, Agronomia e Geociências que atendem aos interesses e proporcionam bem-estar à população. A proximidade com o Crea-PR permite que eventuais dúvidas em certames licitatórios, por exemplo, sejam esclarecidos rapidamente”. Para ele, os projetos acatados pelas prefeituras promovem a estruturação técnica da esfera pública e valorização da categoria. “Além disso, o programa Casa Fácil, feito em parceria com Entidades de Classe, leva a engenharia púbica gratuita na construção do sonho da casa própria para as pessoas mais carentes”, finaliza.

A Agenda Parlamentar, que começou no ano passado, continua com ações neste ano, agora com foco nos prefeitos que foram eleitos e já exercem seus mandatos. Os materiais produzidos para a edição de 2020, por conta das eleições municipais, estão disponíveis no site: https://agendaparlamentar.crea-pr.org.br/.

Asimp/Crea-PR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.