Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Autarquia celebra conquistas de valorização profissional com a nomeação de engenheiros nos quadros técnicos do poder público e assinatura do convênio Casa Fácil

O Conselho de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) conseguiu resultados concretos nas ações desenvolvidas durante o programa Agenda Parlamentar, realizado no ano passado. Na ocasião, a autarquia distribuiu propostas nas áreas de Engenharias, Agronomia e Geociências para os candidatos das principais prefeituras do Norte Pioneiro.

Dos oitos municípios que receberam as propostas, três acataram algumas das demandas formuladas pelo Crea-PR em parceria com Entidades de Classe e Instituições de Ensino Superior. Os projetos foram elaborados por meio dos Cadernos Técnicos e dos Estudos Básicos de Desenvolvimento Municipal (EBDMs), materiais produzidos por profissionais técnicos altamente especializados que fizeram o trabalho voluntariamente.

Em Bandeirantes, o atual prefeito Jaelson Ramalho Matta compreendeu a necessidade de inclusão de Engenheiros no quatro técnico do município. Atualmente, cinco profissionais compõem as secretarias. São eles: Engenheiro Civil e de Segurança do Trabalho Wagner Toma como Secretário de Planejamento; Engenheiro Civil Jonas Ávila como Secretário de Obras; Engenheiro Agrônomo Paulo Sidnei Zambom Junior como Secretário de Agricultura; Engenheiro Civil Rômulo Farias como Diretor de Planejamento e Engenheiro Civil Ricardo Rivoli, como Diretor de Meio Ambiente.

Toma, que também é inspetor do Crea-PR e segundo tesoureiro da Associação de Engenheiros, Arquitetos e Agrônomos da Região de Bandeirantes (Aeaban), diz que os profissionais estão atuando com autonomia. “O prefeito nos deu total liberdade para agir conforme as necessidades do município, de forma técnica e de acordo com a legislação”.

O presidente da Aeaban, Engenheiro Mecânico Aylton Veronez Junior, celebrou a conquista. “Para nós, é um ganho muito grande. Temos associados bastante atuantes dentro do poder púbico. A indicação deles mostra que a gestão do novo prefeito se preocupa em trabalhar com profissionais que têm capacidade técnica”, analisa. Além dessas nomeações, o atual prefeito estuda a possibilidade de assinar o convênio Casa Fácil.

A Prefeitura de Ribeirão Claro acatou a proposta do Casa Fácil. Famílias com renda mensal de até três salários mínimos com terreno legalizado e que não têm outros imóveis podem aderir ao Programa. Através do convênio, elas podem ter acesso a projetos arquitetônicos e acompanhamento de um Engenheiro Civil de forma gratuita durante o período de obras. O Programa Casa Fácil foi criado pelo Crea-PR em 1989 e estabelece uma parceria com as Entidades de Classe e prefeituras para a construção de moradias com até 70m². Em mais de 30 anos, o Programa já atendeu mais de 180 mil famílias com a construção de mais de 10 milhões de metros quadrados.O engenheiro agrônomo Fábio Minghini de Campos, que já foi inspetor do Crea-PR, participou ativamente na prospecção do projeto no município. “O convênio foi assinado no final do ano passado, ainda na gestão do prefeito anterior. É uma forma do Crea-PR interagir com a comunidade e mostrar as ações em prol da sociedade. Muitas pessoas conhecem o Conselho apenas como um órgão fiscalizador das profissões de Engenharia, Agronomia e Geociências, mas não sabem que ele atua também com programas que ajudam diretamente a população”, comenta.

Santo Antônio da Platina também aderiu ao Casa Fácil. A parceria foi formalizada no dia 29 de março deste ano e tem vigência até 26 de março de 2024. “Estamos em discussão com a Secretaria de Assistência Social para lançar uma campanha de divulgação do programa, pois, infelizmente, poucas pessoas sabem que está disponível. O convênio permite o atendimento de dez projetos por mês, um grande benefício que precisa ser mais bem aproveitado”, afirma Fernando Ribeiro dos Santos, Engenheiro de Segurança do Trabalho e Presidente da Associação Platinense de Engenharia, Arquitetura e Agronomia (Apla).

O gerente regional do Crea-PR em Londrina, Engenheiro Eletricista Edgar Tsuzuki, enfatiza a importância de estreitar relacionamentos com o poder público. “As prefeituras são grandes contratantes de obras e serviços de Engenharia, Agronomia e Geociências que atendem aos interesses e proporcionam bem-estar à população. A proximidade com o Crea-PR permite que eventuais dúvidas em certames licitatórios, por exemplo, sejam esclarecidos rapidamente”. Para ele, os projetos acatados pelas prefeituras promovem a estruturação técnica da esfera pública e valorização da categoria. “Além disso, o programa Casa Fácil, feito em parceria com Entidades de Classe, leva a engenharia púbica gratuita na construção do sonho da casa própria para as pessoas mais carentes”, finaliza.

A Agenda Parlamentar, que começou no ano passado, continua com ações neste ano, agora com foco nos prefeitos que foram eleitos e já exercem seus mandatos. Os materiais produzidos para a edição de 2020, por conta das eleições municipais, estão disponíveis no site: https://agendaparlamentar.crea-pr.org.br/.

Asimp/Crea-PR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios