Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O município de Cândido de Abreu, na região central do Paraná, poderá receber o título de "Paraíso das Serras do Paraná". É que tramita na Assembleia Legislativa do Paraná um projeto de lei proposto pelo deputado Tercilio Turini (CDN) que oficializa o título à cidade. "É um privilégio para Cândido de Abreu ter tantos atrativos naturais. São paisagens e belos cenários formados por montanhas, morros e toda uma topografia que fazem a cidade ser identificada como Paraíso das Serras. Uma denominação já reconhecida pela população regional, mas ainda não institucionalizada por lei", argumenta o deputado.

Além da homenagem, o projeto de lei vai incluir Cândido de Abreu no Roteiro Oficial do Turismo do Estado do Paraná para fortalecer o município como destino de visitantes e apresentar suas potencialidades nas ações oficiais de divulgação das rotas turísticas paranaenses. "São muitas áreas verdes, rios, ribeirões, cachoeiras, montanhas, trilhas e outras belezas, com possibilidades de passeios, diversão e práticas esportivas. As fontes de água sulfurosa também atraem muita gente para cuidados terapêuticos", destaca o projeto.

O deputado Tercilio Turini cita ainda que no Morro do Cristo os visitantes encontram um local de muita tranquilidade e paz, ideal para orações e meditação. É um ponto turístico conhecido pela comunidade católica, fazendo de Cândido de Abreu também um destino de peregrinação. "A paisagem de toda a região observada desde o mirante é espetacular", comenta.

O projeto informa também que pelas condições favoráveis da topografia, Cândido de Abreu tem no Morro do Paraíso uma rampa para apaixonados pelo voo livre, parapente e asa delta. Há ainda as opções de esportes aquáticos nos rios, rapel e caminhadas pelas trilhas às margens do Rio Ivaí. Dos quase 600 quilômetros por onde passa, cerca de 200 km do Ivaí banham o território de Cândido de Abreu.

O deputado lembra que registros históricos apontam Cândido de Abreu como berço do cooperativismo no Brasil: em 1847 instalou-se ali a vila agrícola de um grupo de franceses com ideias humanistas e experiências cooperativistas. Pelo apoio da então Imperatriz do Brasil, Dona Teresa Cristina, a localidade leva o nome da esposa de Dom Pedro II.

A denominação Paraíso das Serras além de identificar carinhosamente a cidade, que está a uma altitude de 540 metros, é o nome de diversos estabelecimentos comerciais. "Nada mais justo em oficializar por lei estadual", reforça o deputado estadual Tercilio Turini, acrescentando que a proposição atende solicitação do prefeito Renan Menck Romanichen, do vice-prefeito Newton Rodrigo Kudreck de Souza, do vereador Gilmar Boreschi e de lideranças comunitárias como Nei Mazurok.

ALEP

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.