Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Ceasa Paraná (Centrais de Abastecimento) promove em 21 e 24 de julho dois pregões presenciais para ocupação de 33 lotes, que correspondem a 58 boxes nas unidades da empresa em Londrina e Maringá. Os espaços vagos a serem licitados são destinados ao comércio atacadista de hortigranjeiros e atípicos em geral (lanchonetes, venda de maquinários, insumos e outros produtos), através de Contrato de Permissão de Uso, em uso na Ceasa Paraná.

Os valores iniciais dos lances, dependendo do pavilhão e da metragem dos boxes, variam de R$ 10.941,84 a R$ 181.844,96, na Ceasa de Londrina, e de R$ 19.479,60 a R$ 35.981,60, na Ceasa de Maringá. Os contratos terão duração de 15 anos.

De acordo com Natalino Avance de Souza, diretor-presidente da Ceasa Paraná, a intenção da realização dos pregões presenciais é dar continuidade ao processo de reestruturação das unidades da empresa no Estado. “Estamos, em conjunto com os permissionários das Ceasas, os produtores e atacadistas, remodelando as ações das boas práticas de comercialização de hortigranjeiros. Temos espaços disponíveis e que podem ser melhor aproveitados em nossas Ceasas, aquecendo ainda mais esses mercados”, explica.

Londrina

Na unidade de Londrina o pregão presencial acontecerá em 21 de julho, com abertura dos procedimentos às 9h30. O leilão terá 28 lotes – 52 boxes distribuídos em quatro pavilhões e também no setor de atípicos, sendo esta a maior área, com 864 metros quadrados.

“Temos recebido várias consultas e visitas aos locais que serão disponibilizados. Nossa expectativa é termos uma boa receptividade para este processo”, avalia Marcos Augusto, gerente da Ceasa de Londrina.

A unidade tem área total de terreno de 242 mil metros quadrados. Destes, 46.150 metros quadrados são de área urbanizada. Em média, passam por dia pelas instalações do mercado cerca de 2.500 pessoas, entre produtores, atacadistas, carregadores, compradores e comerciantes. A Ceasa de Londrina movimenta 153 mil toneladas de hortigranjeiros por ano.

Maringá

Na Ceasa de Maringá, o pregão presencial acontece em 24 de julho, a partir das 14h. A ação pública é para cinco lotes – seis boxes, sendo três deles na área de atípicos. “As áreas foram reintegradas à empresa e a tendência é que estes espaços sejam ocupados, o que aumentará a movimentação do mercado de uma maneira geral”, afirma Paulo César Venturin, gerente da Ceasa de Maringá.

A unidade tem área total de 211.750 mil metros quadrados, sendo 46.150 metros quadrados de área urbanizada. Circulam no local diariamente, em média, 1.500 pessoas. A movimentação na Ceasa de Maringá é de 114 mil toneladas de hortigranjeiros por ano.

Os interessados em participar dos pregões presenciais nas Ceasas de Londrina e Maringá poderão retirar o edital no endereço eletrônico www.comprasparana.pr.gov.br para obter mais detalhes sobre os lotes e boxes disponíveis.

Mais informações podem ser solicitadas também através do e-mail licitacaoceasa@ceasa.pr.gov.br ou, ainda, em horário comercial nas respectivas Gerências de Mercado das Ceasas, em Londrina, na Avenida Brasília, nº 10.000, Gleba Ribeirão Lindoia, telefone (43) 3325-4713; e em Maringá, na Rodovia PR-317, nº 6.330, na saída para Campo Mourão, telefine (44) 3226-1147.

Pregão Presencial

O sistema de pregão presencial é uma das modalidades mais utilizadas pelos órgãos públicos, conforme determina a legislação vigente. Como os lances são presenciais, no mesmo momento os interessados têm conhecimento de quem participa do pregão, o que dá a cada participante a chance de fazer uma melhor oferta.

A Comissão de Licitação da Ceasa Paraná esclarece que as áreas disponíveis para licitação serão entregues no estado em que se encontram. Os espaços que ainda são usados deverão ser desocupados no prazo de 30 dias após a homologação da licitação.

AEN

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios