Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado estadual Cobra Repórter (PSD), vice-líder do Governo, participou, ontem (23), no Palácio Iguaçu, em Curitiba, da homologação dos primeiros projetos da nova modalidade do programa Casa Fácil Paraná. O programa da Companhia de Habitação do Paraná (Cohapar) concede subsídios a famílias que adquirirem imóveis financiados pelo Governo Federal.

Nesta primeira etapa, 2.371 famílias já poderão pleitear os recursos, de R$ 15 mil por imóvel, para custeio do valor de entrada da casa própria. Doze cidades foram contempladas pela primeira leva de empreendimentos homologados, entre elas Londrina, Leópolis e Ibiporã. “Tenho reivindicado, junto ao Governo do Estado, o incentivo para a construção dessas moradias em cidades do Norte do Estado e o resultado está aí! Será a realização de um sonho para muitas famílias: ter sua casa própria, se livrar de pagar aluguel ou deixar de morar de favor”, afirmou o deputado Cobra Repórter.

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, o prefeito de Ibiporã, José Maria, e o prefeito de Leópolis, Alessandro Ribeiro (o Sandrinho), estiveram na solenidade. Neste primeiro lote de empreendimentos, Londrina é a cidade com maior número de moradias contempladas pelo programa estadual: são 821 unidades em oito projetos, somando investimentos de R$ 12,3 milhões no município. “Obras como essas, no caso de Londrina, vão gerar milhares de empregos e movimentar a economia da cidade. Quem ganha é a população”, disse o prefeito Marcelo Belinati.

Ao todo, são 4.245 imóveis nas cidades contempladas pela primeira etapa, totalizando R$ 614 milhões em investimentos pelas construtoras. A contrapartida do Governo, com recursos do tesouro estadual, é de R$ 35,6 milhões para o valor de entrada.

“Essas casas serão construídas e repassadas para a população que mais precisa e que há muito tempo luta para ter seu sonho realizado. Além de realizar o sonho das pessoas que querem ter o seu lar, esse programa ajuda na geração de empregos diretos e indiretos. O Casa Fácil impulsiona a economia e ajuda as pessoas a concretizar esse grande sonho”, afirmou o governador Ratinho Junior.

Um dos objetivos do programa é reduzir o déficit habitacional do Estado, que atualmente é de 322 mil casas, segundo o Plano Estadual de Habitação de Interesse Social (PEHIS), realizado pela Cohapar.

Meire Bicudo e Veruska Barison/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.