Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Programa de Apoio ao Sistema Regional de Inovação foi lançado nesta terça, em Jacarezinho, pelo Governo do Estado e Fundação Araucária, em parceria com o Sebrae/PR e Tecpar

O Governo do Estado e a Fundação Araucária, em parceria com o Sebrae/PR e o Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) lançaram, na terça-feira (19), em Jacarezinho, o Programa de Apoio ao Sistema Regional de Inovação (SRI) do Norte Pioneiro do Paraná. O objetivo é apoiar, com recursos financeiros, o desenvolvimento e a inserção no mercado de produtos ou processos inovadores que promovam o incremento rápido das atividades de inovação e competitividade de empresas emergentes de base tecnológica, conhecidas como startups. A iniciativa atenderá as cidades de Jacarezinho, Santo Antônio da Platina, Cambará, Andirá e Bandeirantes.

O secretário de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná, João Carlos Gomes, informou que o programa piloto foi lançado no Norte Pioneiro por causa da expertise do SRI implantado no território. Em princípio contemplará apenas as empresas sediadas nos municípios que fazem parte do Sistema Regional de Inovação. “O objetivo é apoiar as startups da região para promover a inovação no território”, afirmou. A intenção, segundo o secretário, é que o programa seja estendido, posteriormente, a outras regiões do Paraná.

A chamada pública 14/17 já está disponível no site da Fundação Araucária (http://www.fappr.pr.gov.br/) e as inscrições  com a documentação completa devem ser feitas até 13 de março de 2018. De acordo com informações do edital, serão apoiados projetos em todos os setores da indústria nas seguintes linhas de ação: desenvolvimento de ideias inovadoras; criação de protótipos; e introdução de lote piloto no mercado. Ao todo, os recursos disponibilizados para as startups somam R$ 1 milhão, sendo liberados até R$ 30 mil por projeto. O prazo para a execução do plano de trabalho será de 12 meses.

O diretor administrativo e financeiro da Fundação Araucária, José Carlos Gehr, explicou que a instituição será responsável pela gestão, liberação dos recursos, prestação de contas e acompanhamento técnico-financeiro do programa. As empresas interessadas passarão por um processo seletivo, que incluirá o envio da proposta e documentação, prazo para recursos, análise técnica e avaliação de mérito. O resultado será divulgado entre os meses de junho e julho de 2018. Ao todo, 25 projetos poderão participar do edital. “Será a primeira vez que a Fundação Araucária terá um programa específico para startups”, confirmou.

O consultor do Sebrae/PR, em Jacarezinho, Odemir Capello, comemorou o lançamento do edital e a escolha do Norte Pioneiro para receber o programa piloto. Segundo ele, isso só foi possível graças ao trabalho realizado há pelo menos dois anos pelo SRI na região. “Queremos incentivar o nascimento e a continuidade dos projetos de empresas de base tecnológica dentro dos municípios que fazem parte do SRI e criar oportunidades nas áreas de inovação e tecnologia aqui no território”, afirmou.

Asimp/Sebrae/PR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios