Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Otávio Brandelli, que representa o Ministério das Relações Exteriores no Conselho da binacional, visitou os centros de competência do Parque Tecnológico Itaipu na quarta-feira (28).

O embaixador Otávio Brandelli, secretário-geral do Itamaraty e representante do Ministério das Relações Exteriores no Conselho da Itaipu Binacional, destacou, na quarta-feira (28), durante visita à usina e ao Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR), a importância dos investimentos realizados por instituições públicas e privadas no desenvolvimento de ciência e tecnologias. “O Brasil é um país criativo, no entanto, não está no ranking dos mais inovadores. E sabemos que inovação gera produção, trabalho e prosperidade. Precisamos de mais esforços nesse sentido”, disse ele.

O embaixador, que já foi presidente do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), demonstrou interesse nos diferentes centros de competência do PTI. “Esse trabalho excepcional que vemos aqui, e que beneficia todo o país, existe porque há um mantenedor, a Itaipu. Que este seja um convite a outros investidores para que incentivem a produção intelectual no Brasil”, afirmou Brandelli.

Durante uma visita ao Centro de Desenvolvimento Tecnológico do PTI, acompanhado pelo diretor-superintendente do PTI, general Eduardo Garrido, e o diretor técnico da instituição, Rafael Deitos, o embaixador conheceu iniciativas nas áreas de Energias Renováveis, Automação e Simulação, Segurança Cibernética e Estruturas de Barragens. Também esteve no Centro de Controle e Operações do programa Cidades Inteligentes. “Hoje nos consolidamos como Instituição de Ciência e Tecnologia (ICT), fomentando pesquisa e inovação”, disse o general Garrido.

Um dos pontos de maior interesse o embaixador foram as pesquisas em relação à segurança cibernética. Segundo Brandelli, assim como o PTI, o Ministério de Relações Exteriores tem fortalecido os cuidados na área da informação, buscando zerar a assertividade dos ataques que a esfera federal recebe diariamente.

Semente da inovação

Acompanhado do diretor-geral brasileiro da Itaipu Binacional, general João Francisco Ferreira, Brandelli deixou seu registro como secretário-geral do Itamaraty em solos da Itaipu. Conforme tradição histórica da usina, durante a visita, o embaixador foi convidado a plantar uma árvore, da espécie cerejeira. “É muito positivo que os integrantes do Conselho conheçam ao vivo todos os detalhes da nossa empresa e das Fundações. Nosso trabalho se fortalece com esse apoio”, disse o general.

Embaixador

Otávio Brandelli desenvolveu sua carreira na diplomacia focando nas áreas de propriedade intelectual, tecnologia, integração regional e comércio. Entre 2013 e 2015, foi Presidente do Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e, de 2015 a 2018, chefiou o Departamento do Mercosul no Ministério das Relações Exteriores.

Em janeiro de 2019, assumiu a Secretaria Geral da Relações Exteriores e foi nomeado Representante do Ministério das Relações Exteriores junto à Itaipu Binacional. Há pouco mais de um mês, Brandelli foi indicado pelo Presidente da República, Jair Bolsonaro, para assumir o posto de representação do país na Organização dos Estados Americanos (OEA), em Washington, EUA.

A Itaipu

Com 20 unidades geradoras e 14 mil MW de potência instalada, a Itaipu Binacional é líder mundial na geração de energia limpa e renovável, tendo produzido, desde 1984, 2,7 bilhões de MWh. A hidrelétrica é responsável pelo abastecimento de aproximadamente 15% de toda a energia consumida pelo Brasil e de 90% do Paraguai.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.