Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Estudantes produziram bonecas abayomi, símbolo de resistência das escravas africanas, além de releitura de obras de arte, livros, entre outros trabalhos

Durante a Semana da Consciência Negra, que antecede a data celebrada nacionalmente no dia 20 de novembro, a Escola Municipal Dr. Joaquim Vicente de Castro está promovendo, desde segunda-feira (14), a V Mostra – Consciência Negra, com  32 trabalhos produzidos pelos 750 alunos da unidade, com idade entre 5 e 11 anos. A mostra prossegue nesta quarta(16), quinta(17) e sexta-feira (18), aberta à visitação do público, das 8 às 12 horas e das 13h30 às 17h30.

Segundo a diretora do local, Flaviani Bonacin, estão expostos, por exemplo, bonecas abayomi que são produzidas em retalhos de tecido, sem costura. Este tipo de boneca era produzida pelas escravas, que rasgavam o tecido de suas saias para montar as bonecas apenas com nós ou tranças, nos navios negreiros e nas senzalas. Também haverá bonecas confeccionadas com garrafas pet, produzidas com sucatas e em EVA.

Foi confeccionada uma instalação de um safari, feito com materiais recicláveis, releitura de obras de arte, livros produzidos pelos alunos com recontos de obras voltadas à cultura africana, com poesias, receitas culinárias, moda africana, entre outros temas, além de máscaras tridimensionais, painéis, cartazes e outros objetos. A escola está localizada na avenida Presidente Abraham Lincoln, 70, no C.H. Anibal S. Cabral.

Feira Cultural - Nesta sexta-feira (18), o Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Antonieta Trindade realiza uma Feira Cultural, produzida por 203 alunos com idade entre 1 e 5 anos. Os trabalhos estarão expostos para a visitação dos pais das 7h30 às 17h30. A atividade também teve como foco a Semana da Consciência Negra. O CMEI está localizado na Rua Salin Sahão, 60, Jardim Alto da Boa Vista, região norte.

Segundo a supervisora da unidade, Giovanna dos Santos, durante toda a última semana os professores promoveram diversos trabalhos com as turmas, que culminaram na Mostra, que reúne, por exemplo, cartazes com poesias e releitura de obras. “Foram trabalhadas diversas literaturas como O Cabelo de Lelê, Menina Bonita do Laço de Fita, O Menino Marrom, Mães Africanas, entre outras”, informou.

Os alunos também confeccionaram uma boneca negra, que acompanhou as turmas nos momentos de rotina. Segundo a supervisora, o objetivo dos trabalhos foi abordar a diversidade de raças, a valorização da cultura, o respeito pelo próximo e pelas diferenças.

“Esta iniciativa é bastante importante e valorizada tanto pelos pais, que podem conhecer um pouco mais do nosso trabalho pedagógico, quanto pelas crianças, que ficam encantadas com tudo isso”, disse.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios


Notice: Undefined variable: usuario_tk in /var/www/vhosts/jornaluniao.com.br/httpdocs/widget_footer.php on line 245
NULL