Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Premiação do Sebrae/PR valoriza o trabalho realizado pelos ambientes de inovação e negócios vinculados aos seus ecossistemas

O primeiro dia do maior evento de inovação do Paraná, o Conecta 2021, na quarta-feira (25), foi marcado pela divulgação dos vencedores do Prêmio Habitats PR de Inovação. O Sebrae/PR, com apoio da Rede Paranaense de Incubadoras e Aceleradoras (Reinova), reconheceu ambientes de inovação, ou habitats, e negócios inovadores de seis regiões do Estado, em duas categorias: Empreendimentos em Desenvolvimento e Empreendimentos Consolidados.

A escolha dos vencedores ocorreu após avaliação realizada por bancas regionais. Ao todo, 33 ambientes de inovação participaram das seletivas. Na categoria Empreendimentos em Desenvolvimento, foram reconhecidas empresas que participam de programas oferecidos por habitats de inovação, instaladas ou não nesses ambientes. Disputaram em Empreendimentos Consolidados negócios que se relacionam com os habitats e atuam no mercado de maneira mais consistente. No Norte do Paraná, venceram a startup Trace Pack, acelerada pela GO SRP, de Londrina, e a Axion, incubada na Incubadora Tecnológica da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), campus Cornélio Procópio.

A coordenadora da GO SRP, aceleradora da Sociedade Rural do Paraná, Mariana Zorzato, destaca a importância do reconhecimento e da parceria com o Sebrae/PR no apoio às startups do agronegócio de Londrina e região. O habitat de inovação foi criado em 2017 e tem acelerado seis startups a cada ciclo de nove meses. Do início dos trabalhos até agora, 18 negócios passaram por lá.

 “Oferecemos apoio financeiro, trabalhamos com o Sebraetec, promovemos eventos, meetups e rodadas de negócios. As startups aceleradas têm acesso ao AgroBit e Smart Farm, com oportunidades para testar as soluções no campo”, conta.

A Trace Pack, acelerada pela GO SRP, ganhou destaque no prêmio. A empresa já está no mercado e comercializa um Sistema de Gestão Agro 4.0 com Tecnologia Embarcada e Internet das Coisas (IoT) para máquinas florestais e agrícolas. Por meio de um algoritmo, o sistema, independente de acesso à internet, capta todas as informações importantes da operação e as disponibiliza para o produtor rural com o objetivo de facilitar a tomada de decisão e aumentar a produtividade.

O diretor do Parque Científico e Tecnológico da UTFPR de Cornélio Procópio, Felipe Haddad Manfio, comemora a conquista do prêmio, que é resultado do trabalho de uma equipe que, segundo ele, se dedica com muito amor ao que faz. “Concorremos com habitats de todo o Norte do Paraná, com SRIs [Sistemas Regionais de Inovação] consolidados. Isso nos mostra que estamos no caminho certo e que temos feito a diferença para o ambiente de inovação do Paraná”, aponta. O projeto na universidade começou em 1997, com o programa de empreendedorismo e inovação. Em 2002, o campus inaugurou o Hotel Tecnológico e, em 2008, a incubadora. Em 2014, um novo prédio foi inaugurado para abrigar hotel e incubadora juntos.

E a Axion, empresa em desenvolvimento que conquistou o prêmio, veio de São Paulo para ser incubada em Cornélio. É uma spin-off que trabalha com a homologação de fornecedores para empresas promovendo uma conexão rápida, segura e eficiente e reduzindo burocracias. A atração de empresas de fora é uma característica da Incubadora de Cornélio, que tem um ecossistema consolidado no desenvolvimento de novas tecnologias e inovação. O próximo passo da Axion, agora, é a internacionalização.

O diretor de Operações do Sebrae/PR, Julio Cezar Agostini, lembra que a instituição atua no fomento e articulação desses habitats e a premiação reconhece o trabalho realizado pelos ambientes de inovação por cumprirem papel relevante dentro dos seus ecossistemas, estimulando uma nova forma de fomentar o empreendedorismo.

 “Os habitats dão vida ao ecossistema, impulsionam a inovação no Paraná, potencializam negócios e dão suporte para as empresas inovadoras. Esse reconhecimento demonstra que os ambientes de inovação estão ativos e estimulam uma nova forma de promover o desenvolvimento, com base no conhecimento e sua aplicação em rede”, comenta Agostini.

Os vencedores receberão troféu e certificado de “Empreendimento ou Ambiente de Inovação Destaque 2021”. Além disso, os empreendedores ganharão mentorias e consultoria do Sebrae/PR. 

Panorama

No Paraná, são mais de 100 habitats de inovação, número 300% maior na comparação com três anos atrás. Com o Programa Habitats PR de Inovação, o Sebrae/PR contribuiu para fomentar e fortalecer novos habitats no Estado, promovendo iniciativas pelo intercâmbio de conhecimento e práticas produtivas entre empresas, universidades, instituições, incubadoras e governos. Igualmente, têm contribuído para o desenvolvimento e surgimento de habitats, os trabalhos realizados pela Reinova e pelo Sistema Estadual de Parques Tecnológicos (Separtec).

Vencedores:

Em Desenvolvimento

Noroeste - Idea 5 (startup WLA)

Sul - Ciklo Hub de Inovação (startup BBA Brazilian Bioactives)

Oeste - Incubadora Municipal Bernardino Zelindo Barbieri (startup Netword Agro)

Centro - Incubadora Tecnológica da UTFPR – Ponta Grossa (startup Mush)

Leste - Incubadora Tecnológica da UTFPR – Curitiba (startup Neosilos)

Norte - Incubadora Tecnológica da UTFPR – Cornélio Procópio (startup Axion)   

Consolidados

Noroeste - Fundação Educere (startup CELF)

Sul - Sudotec (startup Leigado)

Oeste - Incubadora Tecnológica da UTFPR – Medianeira (startup SWA Sistemas)

Leste - Hotmilk (startup Diagnosi)

Norte - GO SRP (startup Trace Pack)

Ascom/Sebrae

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.