Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Estudantes das turmas de 4º ano da Escola Municipal Professora Iracema Torres Rochedo, em Tamarana, têm colocado a mão na massa (ou melhor, na terra) para entender a importância da água para a vida no planeta. Desde agosto deste ano, sob a orientação das professoras das classes, eles têm cultivado uma horta suspensa ao lado da quadra de esportes da unidade de ensino.

"Eles trouxeram a terra, mudas, sementes. Tudo aconteceu da ação dos alunos. É o prático acontecendo para concretizar o aprendizado deles", contou Jislaine Pereira Ferraz, uma das professoras envolvidas na iniciativa. O projeto recebeu o nome de "Água, essência da vida". "Há um processo de agressão do próprio homem contra a água. E nós temos que tomar essa consciência e reagir. Dentro da escola, é o início para que tudo isso aconteça", argumentou a educadora.

A horta suspensa também reutiliza itens como garrafas de plástico e pneus, que passam a abrigar diferentes vegetais – entre eles, alface, cebolinha e hortelã. "A gente uniu [o projeto] com o reaproveitamento dos materiais PET para poder passar para eles [alunos] que o importante são as pequenas ações. Que nós temos que minimizar esse impacto dos poluentes para eles já crescerem com essa ideia de proteger o meio ambiente", afirmou Jislaine Pereira Ferraz.

"[A ideia é] mostrar para eles que o uso excessivo de tudo que tem esse material [plástico] vai prejudicar o meio ambiente e que nós temos que ser consumidores conscientes", complementou a professora. Além disso, as turmas começaram a coletar latinhas de alumínio para vendê-las futuramente e, com a renda, executar atividades voltadas aos próprios estudantes.

Lucas Marcondes Araújo/NCPMT

Clique nas fotos para ampliar

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios