Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A Santa Casa de Misericórdia de Cambé, hospital filantrópico sem fins lucrativos, vai receber mensalmente R$287.638,89, totalizando R$3,4 milhões ao ano. Já o repasse por mês ao Hospital Cristo Rei, em Ibiporã, será R$165 mil mês, alcançando quase dois milhões ao ano. Os dois contratos já foram assinados, anunciou o deputado Tiago Amaral, que acompanha de perto a situação dos hospitais desde a criação da Lei da Subvenção, em 2016, da qual foi o autor do anteprojeto, e que garantiu repasses mensais durante quatro anos.

Os novos contratos assinados com a Secretaria Estadual de Saúde foram intermediados pelo deputado junto ao secretário Beto Preto e Governo do Estado e garante maior sustentabilidade financeira aos hospitais. “Esse valor não é para mais internações e procedimentos, mas para manter os que já estão sendo feitos. Sem os repasses mensais o atendimento aos pacientes seria prejudicado no segundo ano de enfrentamento da pandemia, quando os hospitais e as equipes estão sobrecarregados, e estamos falando de hospitais que atendem pelo SUS”, afirma Tiago Amaral, que teve reuniões com a Santa Casa e o prefeito de Cambé, Conrado Scheller, em busca de uma solução.

 “Com o novo contrato, segue garantida a manutenção dos serviços prestados à população, reduz o negativo mensal e permite que continuemos com o plano de recuperação de forma segura. Sem dúvida um grande passo para nosso hospital! Agradecemos a dedicação e apoio do deputado Tiago Amaral e do secretário Beto Preto”, comemorou Tatiana Muller, interventora judicial.

O novo contrato é uma contrapartida pelo aumento nos atendimentos e procedimentos pelo SUS.  A Santa Casa de Cambé é referência para a população de aproximadamente 138 mil habitantes, incluindo municípios vizinhos, como Bela Vista do Paraíso, Florestópolis, Prado Ferreira e Miraselva.

 “O Hospital Cristo Rei recebe pacientes de cinco municípios da microrregião de Ibiporã, uma população de mais 120 mil pessoas que dependem de atendimento da instituição. Com o apoio do Tiago, desde a lei de subvenção, e agora com essa nova ação junto ao secretário Beto Preto consolidamos esses valores que são para subsidiar o atendimento à população e salvar as Santas Casas da região dessa crise financeira que vem atravessando e continuar o nosso plano de recuperação”, afirmou Paulo Boçois de Oliveira, interventor do Cristo Rei, que atende Primeiro de Maio, Jataizinho, Assaí, Sertanópolis e Alvorada do Sul.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios