Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Reunião contou com o prefeito Marcelo Belinati que garantiu todo apoio aos trabalhadores do transporte coletivo de Londrina

O prefeito de Londrina, Marcelo Belinati, e o presidente do Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina (IPPUL), Nado Ribeirete, entregaram para diretores do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários de Londrina (Sinttrol), três opções de projetos para a construção de um pequeno “centro de convivência” no Terminal Urbano Central para os trabalhadores do transporte coletivo. A reunião ocorreu na Prefeitura de Londrina na manhã de ontem (14).

O projeto, antiga reivindicação do Sinttrol, prevê um local com ambiente adequado no Terminal Urbano Central, com banheiros e espaço para lanche e descanso. Os três estudos, agora, serão analisados e adaptados à realidade do sindicato que financiará e administrará as obras avaliadas em torno de R$ 600 mil.

Pela proposta, o local contará com banheiros masculino e feminino para motoristas, cobradores, fiscais, supervisores e pessoal da administração, além de uma cozinha e uma sala vip que funcionará como um centro de convivência entre os trabalhadores. Atualmente, utilizam o Terminal Urbano cerca de 500 cobradores e 800 motoristas de ônibus.

Segundo o prefeito Marcelo, esta é uma reivindicação antiga que precisa ser atendida com urgência. “Os cobradores e motoristas precisam de todo o nosso respeito. É uma das profissões mais estressantes que existem e é preciso que eles tenham direito a banheiro adequado, local para esquentar a comida, além de um período ainda que curto de descanso, para conversar com os colegas. Isso será bom para os trabalhadores e também para todos os usuários do transporte coletivo”, enfatizou, lembrando que esta é uma parceria do Município com o Sinttrol que será boa, não apenas para os trabalhadores das empresas de ônibus, mas para a cidade como um todo.

O presidente do Ippul, Nado Ribeirete, salientou que o órgão tem um papel importante em Londrina, dando apoio e toda a sustentabilidade à administração pública. “O prefeito Marcelo Belinati nos solicitou esta, que é uma reivindicação antiga do Sinttrol, e nós prontamente fomos com a equipe técnica, levantamos o local, contemplando com aquilo que eles pretendem fazer no espaço.  A Diretoria de Projetos do Ippul fez um estudo de viabilidade e hoje entregamos três propostas para que eles escolham a melhor, que possa adaptar lá. Isso vai melhorar muito a qualidade dos serviços deles, pois precisam de um local de descanso”, salientou.

De acordo com o presidente do Sinttrol, João Batista da Silva, esta reivindicação é de grande importância para a categoria. “O prefeito Marcelo, com este gesto e a entrega do projeto em curtíssimo prazo de mandato, demonstra uma sensibilidade social importante e um desejo de parceria com a comunidade. E o sindicato, ao assumir o custo desta obra, faz um gesto de extensão à comunidade, de alcance social aos motoristas e cobradores do transporte coletivo. Esta é a soma de esforços do poder público e da iniciativa do sindicato, no sentido de somar para Londrina melhorar o serviço e a satisfação de quem opera o transporte coletivo”, ressaltou.

Inaugurado em novembro de 1988, o Terminal Urbano Central, segundo João Batista, foi subdimensionado na questão de instalações sanitárias. Agora, o espaço que está sendo permitido ao sindicato construir, permitirá melhor condições de trabalho para os funcionários do transporte coletivo. “Este é um presente que o Município proporciona a quem trabalha com o transporte”, comemorou.

Participaram também da reunião o engenheiro e diretor de Projetos do Ippul, José Bahls, e os diretores do Sinttrol, Odir Curti, Francisco Severiano de Menezes, Rogério Pereira e Júlio Adriano de Souza.

N.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios