Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Um projeto de lei que tramita no Senado Federal pode conferir ao município de Maringá, no Paraná, o título de Capital Nacional do Associativismo. A iniciativa partiu do senador Flávio Arns (Rede-PR) com o objetivo de reconhecer e homenagear a cidade que é referência nacional no setor.

Maringá é conhecida por sua forte cultura associativista. Nascida em 1947, a cidade teve origem na colonização do noroeste do Paraná e logo atraiu a atenção por seu solo produtivo e fértil. Atualmente, a agricultura é uma das principais atividades econômicas do município.

“Ao conferirmos esse título, estamos reconhecendo a importância de Maringá para a história do associativismo brasileiro e fortalecendo ainda mais a cidade no cenário nacional. É um reconhecimento merecido para o município e para o trabalho de cooperativas que tanto contribuem para o desenvolvimento do Paraná e do Brasil”, afirma Arns.

A força do associativismo em Maringá se confirma pela presença de nove cooperativas no município, nos setores de crédito, saúde e trabalho. “Juntas, elas totalizam cerca de 276 mil cooperados, mais de 5 mil funcionários e foram responsáveis por um faturamento total de R$ 5,7 bilhões em 2018, gerando emprego, renda e melhor qualidade de vida para a população”, complementa o senador.

Greicy Pessoa/Asimip

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.