Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Cidades estão entre os 15 municípios paranaenses que tiveram situação de emergência reconhecida pela Defesa Civil Nacional após as chuvas que ocorreram entre os dias 22 e 24 de outubro

As cidades de Moreira Sales e Indianápolis, no Paraná, vão receber recursos federais para ações de resposta às fortes chuvas que atingiram o estado no fim do mês de outubro. A Portaria do Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) que autoriza o repasse foi publicada na edição do Diário Oficial da União da terça-feira (16).

Os municípios sofrem os impactos causados por queda de granizo no dia 23 de outubro. A Defesa Civil Nacional autorizou a transferência de R$ 61,7 mil para a cidade de Moreira Sales. O recurso será usado no restabelecimento de telhados danificados.

Já em Indianápolis, serão investidos R$ 26,6 mil na compra de cestas básicas, colchões e kits dormitórios - lençol, fronha e travesseiro.

Apoio nacional

No fim de outubro, a Defesa Civil Nacional enviou duas equipes do Grupo de Apoio a Desastres (Gade) para verificar os estragos causados pelas fortes chuvas que atingiram o estado entre os dias 22 e 24 do mesmo mês, em muitos casos acompanhadas por vendaval ou queda de granizo.

Os técnicos deram apoio aos municípios afetados nos pedidos de reconhecimento de situação de emergência e de recursos para atendimento à população, restabelecimento de serviços essenciais e reconstrução de infraestrutura pública danificada.

Desde então, além de Moreira Sales e Indianápolis, outras 13 cidades do estado tiveram a situação de emergência reconhecida - Cruzeiro do Oeste, Santa Izabel do Oeste, Nova Londrina, Ramilândia, Japurá, Alvorada do Sul, Foz do Iguaçu, Terra Rica, Farol, Ourizona, Rondon, Paranavaí e São Miguel do Iguaçu.

Como solicitar recursos federais

Com o reconhecimento federal da situação de emergência, os gestores municipais podem pedir auxílio financeiro ao MDR. A solicitação deve ser feita por meio do Sistema Integrado de Informações sobre Desastres (S2iD). Com base nas informações enviadas, a equipe técnica da Defesa Civil Nacional avalia as metas e os valores solicitados. Com a aprovação, é publicada portaria no DOU com a especificação do montante a ser liberado.

Asimp/MDR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.