Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Por meio da Promotoria de Justiça de Primeiro de Maio, no Norte-Central do estado, o Ministério Público do Paraná expediu recomendação administrativa para que estabelecimentos comerciais da comarca adotem medidas para contenção da propagação do coronavírus (Covid-19). O documento é dirigido às agências bancárias, lotéricas, mercados e supermercados.

Tendo em vista o funcionamento desses estabelecimentos, que prestam serviços considerados essenciais, o MPPR recomenda que sejam tomadas diversas medidas de prevenção, em conformidade com os decretos municipais relacionados à atual pandemia. Entre as medidas, estão: organização do fluxo de entrada e saída e de eventuais filas que ser formem, de modo que seja mantida a distância mínima de 2 metros entre os clientes; disponibilização de local para higienização das mãos, com álcool gel, sabão líquido, papel toalha e lixeira acionada por pedal; higienização e desinfecção de teclados de máquinas de cartões de crédito e de computadores, corrimões, puxadores de portas, cestas e carrinhos após o uso de cada cliente; ventilação dos ambientes (no caso de uso de ar-condicionado, com a devida manutenção e higiene); e orientação de clientes que apresentem sintomas respiratórios.

Na recomendação, a Promotoria ainda indica que tanto as agências bancárias quanto os supermercados devem adotar ações que estimulem os usuários a buscarem os serviços a distância (por telefone, site ou aplicativos de celular), incluindo a possibilidade de compras de forma não presencial.

Asimp/MPPR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.