Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Cruzando dados provenientes do Ministério do Trabalho e do Emprego, com base na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS) e no Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (CAGED), divulgados mensalmente com informações de admissões e desligamentos de trabalhadores nas empresas alusivos ao ano de 2018, tem-se o resultado de que Rolândia gerou mais empregos do que a maioria das cidades do Paraná. 

O Brasil apontou aumento na geração de emprego em 529.554 vagas, representando variação de +1,40%. O Paraná obteve, entre os 26 estados e o Distrito Federal, no acumulado do ano, a geração de 6.569 postos de trabalho, ficando na 15º posição nacional. 

Destas vagas paranaenses, 251 foram geradas em Rolândia. Foram 7.407 admissões e 7.156 desligamentos, totalizando 251 novos postos de trabalho. Na Região Metropolitana, Rolândia gerou mais empregos do que Londrina, Cambé e Arapongas (clique em Leia Mais e veja o gráfico da pesquisa realizada pela equipe do Professor Dr. Marcos Rambalducci da UTFPR-Londrina). 

No Paraná, as cidades que mais geraram emprego em 2018 foram: Curitiba 13.681; São José dos Pinhais 3.122; Maringá 3.090; Foz do Iguaçu 2.620 e Ponta Grossa 1.393. Gráficos: site oglobo.com

NC/PMR

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios