Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O Secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Anderson Buss Cardoso, recomenda aos moradores de Rolândia que nestes próximos meses, final de Novembro, Dezembro e Janeiro, que façam o uso racional de água.

"Nossos mananciais de abastecimento (Ribeirão Ema e Ribeirão Jaú) estão sentindo a forte estiagem. Pela primeira vez em décadas que a vazão do Ribeirão Ema não ultrapassa a barragem. Isso é preocupante", explica.

Conforme ele, o uso sem desperdício agora é fundamental para garantir o adequado abastecimento. "Estamos pensando para os próximos anos como serão as tratativas quanto a captação de água. Precisamos usar de forma racional a água. Deixar de varrer a rua com água, tomar banhos rápidos, enfim lembrar de quando abrir a torneira, que um dia poderá faltar água", argumenta.

A Secretaria de Meio Ambiente constantemente vem acompanhado a evolução da estiagem e tem dados concretos.

"Desde novembro de 2019 estamos percorrendo os dois mananciais. E é fato que muitas minas estão secando e devemos buscar uma nova opção de abastecimento para Rolândia e a Concessionária seja a Sanepar ou outra deverá dar essa opção urgente para Rolândia. Pois se formos esperar a água faltar para pensar em uma solução, teremos perdido um tempo valioso e causando desconforto em muitas pessoas. Pois a tendência de Rolândia é crescer e com isso o consumo normal também cresce", informa. O Secretário destaca que a falta de chuva regular ao longo desse ano e a incerteza de chuvas para os próximos dias e meses preocupam. "Vamos racionar para não faltar", resume.

NCPMR

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.