Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) destacou na segunda-feira, 3, a importância da construção do prédio para abrigar uma escola em Santo Antônio da Platina, no Norte Pioneiro. O novo espaço prevê investimentos entre R$ 5 milhões e R$ 8 milhões e foi anunciado pelo prefeito professor Zezão Coelho (Pode).

“É um empreendimento para atender 500 estudantes, com estrutura completa. Será uma escola de excelência, que também terá um centro de atendimento especializado para alunos com dificuldade de aprendizado. Um investimento ousado e corajoso do prefeito Zezão, que demonstra o compromisso com a Educação e que precisa do apoio do Estado para ser concretizado”, disse Romanelli.

Segundo o prefeito, o projeto está em fase de elaboração. A previsão é de que a licitação seja feita no final deste ano e as obras tenham início em janeiro de 2022. O prazo para conclusão da obra é de 18 meses. Zezão disse ainda que o prédio onde atualmente funciona o Centro Social, com repartições da saúde, será integralmente demolido com mudanças para outros locais.

Excelência

Segundo a secretária de Educação de Santo Antônio da Platina, Adriane Cavatoni Vicário, o prédio para abrigar a nova escola será construído nas ruas Tiradentes e Benjamin Constant. Ela explica que o projeto prevê a construção de um imóvel de 2.600 metros quadrados e três pavimentos.

 “O que queremos é uma escola de excelência, que além de ser um espaço para transmitir conhecimento, sirva também para atendimento especializado de estudantes com dificuldade de aprendizado”, explica a secretária.

Adriana Vicário acrescenta que, inicialmente, a meta é investir recursos próprios na construção do imóvel. “Mas, por querermos uma escola de excelência, os custos serão altos e certamente será necessário o aporte financeiro do Estado para ajudar na construção do imóvel”, estima.

Estrutura

A nova escola vai contar com sete salas de aula e dependências para professores, laboratório de informática, sanitários, biblioteca e quadra de esportes, entre outros. A meta é também garantir acessibilidade aos alunos portadores de necessidades especiais, com a construção de uma rampa de acesso à escola.

Ao todo, serão atendidos até 500 alunos da educação infantil e fundamental das séries iniciais. Ainda segundo a secretária de Educação, um dos principais benefícios com a construção do novo imóvel será desafogar o trabalho dos profissionais de Educação do Colégio Estadual Tiradentes, que atualmente funciona em conjunto com a Escola Municipal Joaquim José.

(blog_marcos_junior@hotmail.com)

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.