Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

O deputado Luiz Claudio Romanelli (PSB) destacou ontem, 28, os investimentos da Copel que vão garantir a distribuição e produção de energia elétrica no Norte Pioneiro. A companhia paranaense está construindo quatro subestações na região, em Joaquim Távora, Santa Amélia, Salto do Itararé e Sapopema. Já em Bandeirantes, está em construção a primeira usina solar do Paraná, em fase final da montagem das estruturas e módulos fotovoltaicos.

 “É um investimento importante para atender a demanda de crescimento e reforçar o sistema energético da região, além de promover maior estabilidade para atrair novos investimentos e parques industriais, necessários para a geração de emprego e renda”, aponta o deputado.

Romanelli lembra ainda que programas como o Paraná Trifásico e o Rede Elétrica Inteligente garantem a modernização do sistema em todo o Estado, um compromisso do governador Ratinho Júnior para ampliar a capacidade e a qualidade da distribuição de energia elétrica. “Esses programas favorecem desde os pequenos agronegócios às grandes indústrias, modernizando toda a cadeia produtiva”, avalia.

Mais energia

As quatro subestações em construção - de 34,5 kV (quilovolt – unidade de medida de tensão).- vão converter (baixar) a energia gerada por uma usina hidrelétrica ou qualquer outra geradora para a tensão adequada para atender a demanda das moradias e as empresas da região.

Em Bandeirantes, a usina solar vai conectar os parques geradores à rede da Copel. A usina terá potência de 5,36 MWp (megawatt-pico, unidade de potência de energia fotovoltaica) e a primeira fase deve entrar em operação ainda este ano. O projeto é feito em parceria com a Sistechne participações.

Atualmente estão em operação no País ativos de geração distribuída solar com cerca de 2,5 gigawatts em capacidade, contra cerca de 1 gigawatt em junho do ano passado. Os dados são da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica).

“Com esses investimentos, o Norte Pioneiro poderá receber empreendimentos industriais de grande porte, uma vez que há capacidade suficiente de atendimento para fornecimento de energia elétrica. Um importante passo para promover a geração de emprego e renda em toda a região”, conclui o deputado Romanelli.

ALEP

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.