Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Prefeitura cria Central de Atendimento para ajudar tamaranenses que buscam auxílio emergencial

A Prefeitura de Tamarana criou uma Central de Atendimento para ajudar a população enquadrada nos critérios do auxílio emergencial federal a se cadastrar no benefício. Elaborado para amenizar prejuízos financeiros causados pelo novo coronavírus, esse pagamento tem sido feito desde o último dia 09.

A Central de Atendimento começará a funcionar hoje (24), no prédio do Polo da Universidade Aberta do Brasil (UAB) em Tamarana, que fica na Escola Municipal Professora Iracema Torres Rochedo (Rua Manoel Barbosa Lemes, 35, Centro).

A ação irá ocorrer de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h, e é direcionada exclusivamente para quem mora em Tamarana. Estarão disponíveis 50 senhas por dia. A entrada será pelo portão lateral da escola, na Rua Evaristo Camargo.

Para ser atendido, o morador precisa levar todos seus documentos pessoais (inclusive um comprovante de residência atualizado) e também os de sua família – além de, para se proteger da Covid-19, estar com máscara que cubra o nariz e a boca. Os frequentadores devem manter distância de ao menos dois metros entre si.

Caso o munícipe queira apenas sanar dúvidas sobre o auxílio emergencial, ele pode ligar para a própria Central de Atendimento, no 3398-1966. Por esse telefone, também é possível entrar em contato para, antes de sair de casa, saber como está o fluxo de pessoas no local.

Ainda há como buscar esclarecimentos a respeito do benefício nos telefones do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) Professora Sueli Dias de Paula Oliveira (3398-1960 ou 1961) e da Secretaria municipal de Assistência Social (3398-1977). O Cras atende de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h. Já a secretaria tem funcionado de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h.

A Central de Atendimento é fruto de ação conjunta entre as secretarias municipais de Assistência Social e de Educação, Cultura e Esportes; Cras; escolas municipais Professora Iracema Torres Rochedo e Professora Taeko Lima Almeida; Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Criança Esperança e Defesa Civil do município.

NCPMT

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.