Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Acordar antes do galo cantar, tomar banho, se trocar, beber um gole de café e andar. Andar um, dois quilômetros – às vezes, até mais. E, só então, chegar ao ponto de ônibus da Água do Beijo.

Se você é tamaranense, já deve ter ouvido falar ou passado por essa realidade. Porém, desde julho de 2019, ficou mais fácil para os moradores que se deslocam até o limite entre Tamarana e o distrito de Lerroville para, de lá, pegar o transporte coletivo para Londrina.

É porque a prefeitura, por meio da lei municipal 1.329/2019, criou o Programa de Transporte Coletivo de Tamarana. Através dele, um micro-ônibus circula por diferentes regiões da área urbana para, gratuitamente, atender cidadãos que vão para a Água do Beijo ou precisam ir de um local a outro dentro da própria cidade.

É o caso da balconista Rejane Alves dos Santos Costa. Ela utiliza o serviço desde agosto para levar o filho Paulo Henrique, de pouco mais de um ano, ao Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Criança Esperança, no Jardim Juny. “É ótimo para a gente que tem que sair cedo. Se vier a pé, é cansativo. Vindo no ônibus, é melhor para a gente”, elogiou.

O presidente da Comissão de Viação, Obras Públicas e Transportes da Câmara Municipal de Tamarana, Mario Cesar Fabiano, o Tega, observou que o poder público local já havia tido um série de reuniões com demais órgãos públicos para tentar encontrar uma solução para os tamaranenses que usam o ônibus conhecido como “parador” para ir a Londrina (afinal, esse coletivo só vai até a Água do Beijo).

Entretanto, segundo o vereador, não foram encontradas saídas durante esses encontros pelo fato de a linha da Água do Beijo ser administrada pelo município vizinho e, portanto, de atuação exclusiva no território de Londrina. Diante do impasse, Tamarana decidiu criar seu próprio programa de transporte coletivo. “Conversando com o prefeito Beto, ele falou: 'vamos colocar um transporte gratuito até a Água do Beijo', que foi a ideia desse micro-ônibus", contou Tega Fabiano.

Atualmente, a iniciativa funciona de segunda a sexta-feira, com oito horários distribuídos entre o começo da manhã, início da tarde e as primeiras horas da noite. "É um investimento do município que serve muito à população. Não resolve 100% do problema, mas já foi feito 80%. Eu acho que podemos melhorar, com mais horários, e também nos sábados", analisou o parlamentar.

O prefeito de Tamarana, Beto Siena, compartilha da mesma opinião. "É um serviço que se consolidou. Foi o primeiro passo e nós, com estudos, temos que ver o que dá para ser feito para melhorar", afirmou o gestor.

Os horários do Programa de Transporte Coletivo de Tamarana podem ser conferidos nesta página: http://bit.ly/onibusgratuitojulho2019

Lucas Marcondes Araújo/NCPMT

REJANE ALVES DOS SANTOS COSTA E PEDRO HENRIQUE

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios