Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Providências já foram tomadas quanto ao recebimento de auxílio por parte de servidoras

A Prefeitura de Tamarana esclarece que, desde a última semana, já tem adotado providências para a devolução do auxílio emergencial federal indevidamente transferido para duas servidoras do município.

A administração municipal soube da situação primeiramente pela imprensa, na quinta-feira (28). Posteriormente, o Tribunal de Contas do Paraná (TCE-PR) relatou o fato à prefeitura, que, logo na sexta-feira (29), notificou as colaboradoras a respeito da questão.

De imediato, as servidoras se comprometeram a restituir os valores, além de terem comunicado o ocorrido tanto à própria administração municipal quanto à Controladoria-Geral da União (CGU). Ambas já estão com o boleto para realizar o reembolso devido à União.

Uma delas ainda fazia parte do banco de dados do Cadastro Único do governo federal. A outra é recém-chegada aos quadros do funcionalismo municipal: sua admissão ocorreu em abril de 2020.

A Prefeitura de Tamarana, através da Controladoria do município, acompanha o caso de perto para solucioná-lo de forma célere e de acordo com os princípios constitucionais que regem a administração pública no País.

Lucas Marcondes Araújo/NCPMT

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios