Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Providências já foram tomadas quanto ao recebimento de auxílio por parte de servidoras

A Prefeitura de Tamarana esclarece que, desde a última semana, já tem adotado providências para a devolução do auxílio emergencial federal indevidamente transferido para duas servidoras do município.

A administração municipal soube da situação primeiramente pela imprensa, na quinta-feira (28). Posteriormente, o Tribunal de Contas do Paraná (TCE-PR) relatou o fato à prefeitura, que, logo na sexta-feira (29), notificou as colaboradoras a respeito da questão.

De imediato, as servidoras se comprometeram a restituir os valores, além de terem comunicado o ocorrido tanto à própria administração municipal quanto à Controladoria-Geral da União (CGU). Ambas já estão com o boleto para realizar o reembolso devido à União.

Uma delas ainda fazia parte do banco de dados do Cadastro Único do governo federal. A outra é recém-chegada aos quadros do funcionalismo municipal: sua admissão ocorreu em abril de 2020.

A Prefeitura de Tamarana, através da Controladoria do município, acompanha o caso de perto para solucioná-lo de forma célere e de acordo com os princípios constitucionais que regem a administração pública no País.

Lucas Marcondes Araújo/NCPMT

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.