Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Do fim de dezembro de 2019 até a última semana, Tamarana já acumulou 88 casos confirmados de dengue. A informação é da Secretaria municipal de Saúde, que, durante o período, não registrou óbitos causados pela doença.

Desde janeiro deste ano, quando o levantamento local de focos do Aedes aegypti  apontou que a infestação de larvas do mosquito já passava de 11% (https://bit.ly/levantamentofocosdenguetamarana), a pasta já vem fazendo alertas reiterados à população sobre a gravidade da situação.

A Saúde lembra que o momento pede várias precauções contra o novo coronavírus, mas o tamaranense não deve se descuidar da dengue. Ficar em casa – e combater os criadouros do mosquito que transmite a doença – são as principais recomendações.

Em vídeo publicado no canal da Prefeitura de Tamarana no YouTube, os profissionais da Vigilância Sanitária e do Combate a Endemias do município reforçaram esse recado coletivo. Assista-o aqui: https://youtu.be/kuoh-Hm0clo

O morador que tenha visto algum local que possa estar com água parada (e não sabe quem é o proprietário da área), tem de acionar a Vigilância Sanitária e o Combate a Endemias. O telefone é o 3398-1982. Pede-se que, se possível, a situação seja registrada em imagens.

NCPMT

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.