Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

No fim de semana em que a escola de samba Rosas de Ouro comemorou seus 48 anos de história, a jornalista Ana Beatriz Godoi foi coroada rainha de bateria para o Carnaval 2020. No palco, a presidente da agremiação Angelina Basílio comandou a cerimônia ao lado de toda a diretoria e do mestre de bateria Rafael Oliveira.
De volta à Rosas de Ouro depois de 16 anos, Ana se emocionou ao falar para a comunidade antes de receber sua coroa e faixa. “Nada é por acaso, quem me descobriu está olhando por mim. Foi o Eduardo Basílio [fundador da escola e pai da atual presidente], que me coroou rainha da escola em 2003. Eu tenho certeza que foi ele que fez todo esse movimento para estar aqui hoje. Estou muito feliz”, disse sob aplausos.
A nova rainha nega que tenha ‘comprado’ o posto, até então ocupado pela atriz Ellen Rocche. “Mudei de escola por amor, por paixão, não fiz nenhum investimento, embora não veja problema nisso. Tenho uma história linda com a Rosas que nunca ficou no passado”, esclarece. “Não tive a oportunidade de conversar com a Ellen. Ela merece todos os aplausos, representou nossa bateria e continua fazendo parte da Rosas”.

Em 2020, a Sociedade Rosas de Ouro levará para o Sambódromo do Anhembi o enredo “Tempos Modernos”. A escola será a última a desfilar no sábado, dia 22 de fevereiro. “Será o Carnaval mais especial da minha vida. Já vi o desenho da minha fantasia, estou empolgadíssima com tudo”, entrega.

Eduardo Graboski/Asimp

Clique nas fotos para ampliar

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.