Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A dançarina Nanny Azevedo, uma das bailarinas do seleto time do grupo de dançarina do raça negra e do Leornardo, exibiu o corpo torneado em um ensaio sensual de lingerie pelas lentes do fotógrafo Wellington Santos para grife de ligerie Cafe cafe parias Lingerie.

Nanny tem se dedicado às atividades dos trabalhos e dos ensaios fotografico mesmo no distanciamento social. "os trabalhos diminuem ansiedade e estresse, fornecem mais energia num tempo que vivemos hoje "diz a dançariana.  

Ainda sobre, Nanny aposta que, depois da pandemia do coronavirus, as pessoas vão dar mais importância a eles e que agente dar mais valor a vida. "A saúde sempre em primeiro lugar ", afirma.

Nanny também acredita que, depois do fim do surto do novo coronavírus, as pessoas serão mais solidárias e que a desigualdade social possa não ser mais vista como normal na sociedade.

"O mundo já está mudando. Acredito que as pessoas de pouquinho em pouquinho estão se reinventando. Olhando mais para o próximo, ajudando quem precisa. Há uma união por um mundo com menos desigualdade social", finaliza.

L.M.P Artísticas E Assessoria

Clique nas fotos para ampliar

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios