Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

No mês de prevenção ao suicídio, a boneca humana brasileira Barbie Black abriu o coração e falou sobre as tentativas – felizmente! – frustradas de interromper a própria vida. A modelo perdeu o relacionamento, afogou-se em bebidas e cigarros, além de ser diagnosticada com anorexia.

“Sempre me senti amada, mas ao mesmo tempo era um vazio sem razão. Olhava para o meu corpo e sentia que estava faltando alguma coisa, além de não enxergar nada dentro de mim. Era noite, estava me sentindo muito desanimada e sem força para nada. Entrei no mar com a intenção de acabar com tudo, acabar com a minha dor, com a minha vida. Fui resgatada por hippies na praia de Búzios. Tinha tudo e não era feliz. Não foi a primeira vez que tive uma tentativa frustrada”, desabafou.

Superado o episódio e vivendo um novo momento após ser diagnosticada com transtorno borderline, a gata segue vencendo. Agora, Barbie está concorrendo ao título de Musa do Brasileirão 2018.

“Fui diagnosticada com borderline e tive que me readaptar, entender e conviver com as minhas inquietações. Estou ótima. Hoje, até um pingo de chuva que cai na minha ‘chapinha’ eu agradeço. Sou amante do sol, da lua, de música boa e de grandes histórias de superação. Estou concorrendo ao título de Musa do Brasileirão 2018 e não abro mão de sair vitoriosa”, comemorou.

Rômulo Moreira/M2 Mídia

Clique nas fotos para ampliar

Foto: Carlos Davi / M2 Mídia
Foto: Carlos Davi / M2 Mídia
Foto: Carlos Davi / M2 Mídia

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.