Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Monara Queiroga estrelou uma edição especial e histórica da revista Sexy, lançada durante a pandemia do Covid-19 e após o cancelamento da edição de abril e da unificação das edições de maio e junho, porém está sendo impedida de realizar a tradicional festa de lançamento devido à necessidade de distanciamento social.

A tradicional revista masculina resolveu unificar as edições de maio e junho, uma vez que o período de quarentena impactou diretamente tanto a produção dos ensaios quanto a logística de distribuição.

Monara realizou um ensaio em casa para marcar o recebimento da edição impressa e a publicação da revista e disse estrar muito abalada com a situação.

"Estou frustrada. Sempre tive o sonho de ser capa de uma revista masculina e agora, com o sonho realizado, não posso nem sequer comemorar o momento com as pessoas que amo. É muito triste", disse a beldade durante o ensaio.

A cidade de São Paulo, onde a modelo mora, está em processo de reabertura após o período de quarentena, entretanto aglomerações e eventos sociais seguem proibidos.

"Estou cumprindo todos as orientações de distanciamento social e os protocolos de higienização, conforme a orientação das autoridades, mas confesso que estou muito triste com o que estamos passando, mas tenho fé que logo tudo voltará ao normal."

A revista promete que após a liberação de eventos pelas autoridades, as festas de lançamento das edições afetadas serão realizadas de forma retroativa.

Lipe Aramuni/Asimp

#JornalUnião

Clique nas fotos para ampliar

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.