Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

"A gente tem que lutar contra essa ditadura imposta aos corpos femininos"

A influenciadora também diz que não entende por que os homens sexualizam os seios.

A empresária e influenciadora carioca Julia Peixoto abriu o jogo sobre a sua relação com o movimento de empoderamento feminino e sonoridade. “É complicado para uma menina de 20 anos falar com profundidade sobre esse assunto [feminismo]. Eu ainda estou conhecendo mais esse movimento. Acho que como influenciadora tenho que sempre estudar, escutar e entender, para apenas depois levantar uma bandeira de forma tão explícita”, contou.

Ela também revelou nas suas redes sociais busca empoderar outras mulheres. “Busco sempre levar mensagens empoderados para as minhas seguidoras. Ressaltar a importância de não nos deixamos abater com o que outras pessoas dizem ao nosso respeito. Costumo também falar muito não existe a necessidade de diminuir uma mulher para enaltecer outro. São coisas básicas que acredito que faz toda a diferença” ressaltou.

A youtuber também comentou sobre a liberdade do corpo feminino e os tabus envolvidos. “Hoje entendo da importância de termos controle do nosso corpo e não deixar abater com as regras impostas na sociedade. Muitas mulheres ficam inseguras de usar roupas com medo de serem desrespeitadas. Mas eu costumo sempre trazer a reflexão que a gente pode sim usar o que a gente quer e ninguém tem que mexer”, pontuou .

Julia também ressaltou a importância de desconstruir tabus sobre o corpo feminino. “Nunca vou entender essa erotização dos seios femininos. Todo mundo tem eles, não existe nada de anormal. Mas, infelizmente a sociedade colocou os nossos seios como objetos sexuais. Por isso, que quando quero usar algo que vá mostrar os meus peitos, uso. A gente tem que lutar contra essa ditadura imposta aos corpos femininos”, declara a influenciadora carioca.

Thiago Freitas/Asimp

Clique nas fotos para ampliar

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios