Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Ela é determinada, inspiradora e possui uma linda história de vida. Estamos falando da musa e atleta fitness Andréia Tokutake, que aos 45 anos, inspira e incentiva suas seguidoras através das suas redes sociais a mudarem de estilo de vida e terem uma rotina mais saudável, além de demonstrar que é possível ter um corpo escultural após os 40 anos e que é possível entrar para o fisiculturismo.

Paranaense, mãe de três filhos, formada em Administração de Empresas, ela se dedicava a corrida para manter a saúde em dia, mas em 2017, ao se deparar com problemas que quase a levaram para uma depressão, sua personal trainer sugeriu que ela entrasse para o mundo do fisiculturismo.  Inicialmente, a ideia foi aceita, mas imediatamente Andréia fez um questionamento: ela não queria perder a sua feminilidade. E foi assim que aos 40 anos de idade ela começou a treinar em Ponta Grossa (Paraná), sua cidade natal, e não parou mais.

Andreia é vice-campeã sul-americana de fisiculturismo em 2019 na categoria wellness, a loira é exemplo de mulher que começou a treinar pesado após os 40 anos e hoje tem um corpo escultural, sem falar na saúde.

Além do vice no Peru, a musa fitness também conquistou o Top 6 no Campeonato Rafael Brandão 2018, em Curitiba/PR, para estreantes, o Top 2 e o Top 3 no Campeonato Rumo ao Sinistro 2019, em São Paulo (SP).

Andréia Tokutake é idealizadora do projeto "Você Pode Mais", onde ajuda mulheres a transformarem suas vidas através da prática de esportes. Uma equipe formada por nutricionista, psicóloga e personal trainer auxilia o grupo por um período de três meses. Não há custos para estas mulheres.

Para acompanhar mais sobre a vida e rotina dessa mulher espetacular, basta seguir ela através do seu Instagram oficial @andreiatokutake, onde possui 15 mil seguidores e no seu site http://andreiatokutake.com.br/

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios