Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A campanha Vacinação Solidária da Prefeitura de Cambé já arrecadou mais de uma tonelada de alimentos não perecíveis doados por quem recebeu a primeira ou segunda dose da vacina contra a Covid-19. A iniciativa faz parte do Programa Cambé que Acolhe, da Secretaria de Assistência Social, que foi instituído em março para arrecadação permanente de móveis, roupas de cama e de banho, alimentos e outros produtos para serem distribuídos para a população em casos de emergência ou para famílias em situação de vulnerabilidade social.

Os alimentos recolhidos pela Vacinação Solidária estão sendo encaminhados para as famílias através dos grupos sociais voluntários da cidade. Ontedm (29), os Vicentinos do Jardim Santo Amaro receberam 300 quilos de alimentos, como arroz, leite, óleo de cozinha, açúcar, café e biscoitos para serem distribuídos a cerca de 30 famílias atendidas pelos voluntários. Os Anjos da Noite, do Jardim Novo Bandeirantes, também vão redistribuir dez cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade.

Rosângela Lemes, diretora de Proteção Social Básica, explica que o repasse das doações é feito mediante apresentação de uma listagem das famílias atendidas pelos voluntários. “Nós encaminhamos a listagem para o CRAS para verificar se essas famílias estão inseridas em outros programas sociais do município, do estado ou do Governo Federal. Assim, podemos estender a rede de proteção social incluindo famílias não cadastradas em outros benefícios, como luz fraterna ou auxílio alimentação”, complementa.

De acordo com a diretora, a Secretaria de Assistência Social tem 15 grupos de voluntários cadastrados que podem receber as cestas básicas. “Aqueles que têm o seu grupo e ainda não têm o cadastro na Secretaria podem entrar em contato conosco na Proteção Básica para poder fazer parte dessa campanha nos ajudando a redistribuir essas doações”, explica.

Para João Ferreira, membro dos vicentinos da Capela São Francisco Xavier do Jardim Santo Amaro, essas doações são muito importantes diante da crise econômica agravada pela pandemia da Covid-19. “Hoje nós temos cerca de 30 famílias cadastradas em nossas ações mais algumas pessoas que nos procuram de forma paralela. A procura por algum tipo de assistência aumentou bastante nos últimos meses. No dia-a-dia sempre aparecem novas pessoas nos procurando por que estão passando fome. Nós agradecemos muito essas doações porque isso vai ajudar a matar a fome de muita gente”, afirma João Ferreira.

Jeferson de Souza e sua esposa desenvolvem um trabalho social denominado Anjos da Noite no Jardim Novo Bandeirantes, Campos Verdes e Ana Elisa. Há quatro anos, o casal mobiliza amigos e conhecidos nas redes sociais para arrecadar e distribuir alimentos, móveis, cadeiras de rodas, muletas e cadeiras de banho. “Hoje nós recebemos dez cestas básicas da campanha Vacinação Solidária. Pra gente é muito importante fazer parte disso porque com certeza essas dez cestas vão beneficiar mais de 50 pessoas”, comemorou Jeferson.

“É muito gratificante ver que as doações estão aumentando a cada nova vacinação”, celebra Rosângela Lemes. “É um gesto bonito e gratuito da comunidade, isso vai ajudar muita gente”, completa. A Secretaria de Assistência Social continua arrecadando alimentos não perecíveis durante a vacinação contra a Covid-19, a doação é totalmente voluntária.

O prefeito Conrado Scheller parabenizou a equipe da Secretaria de Assistência Social pela campanha e convocou os cambeenses a participarem das próximas. “Nosso lema é governar para todos e, por isso, não podemos esquecer de quem está precisando muito, principalmente neste momento. A gente precisa ajudar o próximo e fiquei muito feliz em ver que a população está sendo solidária e colaborando”, pontuou Scheller. 
NCPMC

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios