Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Já começaram as gravações da nova temporada do Shark Tank Brasil. Jurada desde a primeira edição, a investidora  Camila Farani é a única mulher a figurar nas cinco temporadas do programa. Sócia-fundadora da G2 Capital  e única mulher bicampeã premiada como Melhor Investidora-Anjo no Startup Awards 2016 e 2018, Camila investe não somente em empresas nascentes de tecnologia em áreas como e-commerce, software e mobile, como também em setores tradicionais como alimentação e  educação. Essa diversidade em seus negócios torna sua participação no reality show ainda mais pertinente.

Mesmo antes de ser jurada do programa, Camila já fazia este trabalho, de avaliar negócios embrionários para analisar  se faria o investimento. “Minha primeira experiência no universo de startups foi quando um amigo me convidou para analisar um projeto de uma empresa de cosméticos. E foi como uma cachaça: viciei”, comenta.

A partir daí, Camila começou a analisar diversos outros negócios para colocar dinheiro. “O investimento-anjo  me trouxe um ganho imenso em aprendizado. A riqueza incide no fato de que nos relacionamos com empreendedores de mercados absolutamente diferentes, oportunidade que não teríamos em outra circunstância. E isso ajuda demais no momento de analisar os projetos  que são apresentados no Shark Tank”, diz.

Para quem busca investimento e está no processo de montagem de pitch, Camila Farani adianta uma dica de  ouro do que um empreendedor precisa para chamar a sua atenção. “A primeira análise que eu faço é sobre a pessoa que está por trás daquela empresa: qual o nível de experiência que este CEO tem naquele segmento, se tem capacidade de apresentar uma visão estratégica,  qual é o nível de complementaridade, se aprendeu com seus sucessos e fracassos, se já teve vivência no mundo offline”, explica.

Detalhes sobre a 5ª temporada

Para quem ainda não conhece o Shark Tank Brasil, ele é a versão brasileira do reality show norte-americano, que  traz investidores interessados em dar apoio financeiro a grandes ideias de empreendimento. Para garantir o investimento necessário, os empreendedores têm que convencer estes “tubarões” dos negócios.

A quinta temporada de Shark Tank Brasil terá 12 episódios. O programa é uma coprodução entre Sony Pictures  Television (SPT) e Floresta Produções. Os números mostram que o brasileiro tem se interessado cada vez mais sobre o tema. O programa terminou sua quarta temporada com a melhor audiência desde a sua estreia, em 2016, registrando um aumento de 37% em relação  à terceira temporada, segundo o Ibope. Ao longo de quatro temporadas, já foram produzidos 62 episódios de Shark Tank Brasil, e um total de 248 pitches apresentados.

Romulo Madureira/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios