Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Acordeonista indicado ao Grammy Latino é o convidado para o concerto de quarta-feira (17), no Teatro Crystal Palace

A Orquestra de Câmara “Solistas de Londrina” encerra a Mostra de Música de Câmara, na próxima quarta-feira (17), com um convidado muito especial: o músico acordeonista, compositor e arranjador Toninho Ferragutti, que possui uma extensa participação em shows e em CDs de artistas importantes no Brasil e no exterior. Seu CD “Sanfonemas” foi indicado ao Grammy Latino no ano 2000 como melhor disco de música regional.

O mais recente CD solo de Ferragutti, “Nem Sol nem Lua” esteve, na opinião de diversos críticos, entre os 10 melhores CDs de música instrumental do ano de 2006. Além de shows com seu trabalho autoral, Ferragutti atua em shows com a Orquestra de Maria Schneider (USA), Celine Rudolf (Alemanha), Maria Bethania, Monica Salmaso, Gilberto Gil,  Zizi Possi, Trio 202 , Edu Ribeiro, Jovino Santos Neto entre outros.

O repertório traz composições autorais como Fantasia para Acordeon e Orquestra de Cordas, Sanfonema, Solo-Quando me lembro (Luperce Miranda), Forro Classudo, Nem Sol nem Lua, Na Sombra da Asa Branca. A orquestra também executará obra de repertório orquestral.

O concerto será às 20h30, no Teatro Crystal Palace. Os ingressos (R$ 20,00 e R$ 10,00) podem ser adquiridos no Café Royal Londrino, (3027-1050), ao lado do hotel Crystal Palace, das 9h às 21h (domingo das 9h às 12h30). São aceitos cartões de crédito e débito. E também no local, antes do concerto. O patrocínio é do Promic, Unimed, Copel, através do Governo do Estado do Paraná /Conta Cultura e Lei Federal de Incentivo à Cultura e tem o apoio da Rádio CBN, Hotel Crystal Palace e Café Londrino.

Toninho Ferragutti

Não foram poucos os músicos que se dedicaram ao acordeom. Muitos deles tornaram-se virtuosos no instrumento, além de criarem um repertório fundamental que enriqueceu a MPB. Toninho Ferragutti é um destes exemplos. Músico, compositor e arranjador, desde cedo escolheu este instrumento como ferramenta de inspiração e construção de uma bem sucedida carreira. Seus primeiros acordes nasceram em Socorro, no interior do Estado de São Paulo, sua cidade natal. Foi incentivado em casa pelo pai, Pedro Ferragutti, também músico saxofonista e compositor de valsas, choros, dobrados e marchas. O complemento dos estudos se deu nas rodas de choro, grupos de baile, grupos de música gaúcha e gafieiras, além da formação acadêmica no Conservatório Gomes Cardin, em Campinas, acrescentada de aulas particulares de acordeom, com Dante D´Alonzo, e harmonia, com Claudio Leal Ferreira.

Antes de se profissionalizar, Toninho Ferragutti cursou três anos de veterinária na UNESP de Botucatu, curso que abandonou no último ano para se mudar definitivamente para São Paulo, em 1983. Este período marca o início de sua carreira como músico profissional. Apresentou-se em programas de televisão; participou de gravações de discos e gravações de trilhas para cinema, novelas; e esteve presente em shows e gravações de CDs de grande parte dos artistas da MPB como: Gilberto Gil, Edu Lobo, Antonio Nóbrega, Elba Ramalho, Mônica Salmaso, Geraldo Azevedo, Zé Ramalho, Chico Cesar, Sivuca, Dominguinhos, Oswaldinho do Acordeom, Lenine, Paulo Moura, Marisa Monte, Elza Soares, Dory Caymi, Joyce, Nelson Ayres, Nico Assunção, Hermeto Paschoal, Lenine, Elza Soares, Grupo Corpo, Mario Adnet, Proveta), Maira João e Mario Lajinha (Portugal) Seigen Ono (Japão), Antonio Placer (França).

Participou e vem participando de diversas orquestras sinfônicas como a OSESP (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo), Orquestras Jazz Sinfônica de São Paulo, Orquestra Petrobras Pró-musica, Orquestra de Câmera da Universidade  da Paraíba, Orquestra Sinfônica do Recife, sob a regência de Claudio Cruz, Ciro Pereira, Nelson Ayres, Wagner Tiso, Isaac Karabichevsky, João Maurício Galindo, Carlos Anísio e Osman Gioia e vem interpretando toda obra escrita pelo compositor e Acordeonista Sivuca para esta formação.

Vem participando de importantes festivais de jazz na Europa e EUA como a Orquestra da Maestrina e compositora americana Maria Schneider (U.S.A), Monica Salmaso (Brasil), e Celine Rudolph (Alemanha).

Discografia:

 OFERENDA - cd em duo com o maestro e saxofonista Roberto Sion/Japão-1996 – Eldorado

SANFONEMAS – Primeiro cd solo, indicado ao Grammy Latino no ano 2000, categoria de música regional, Pau Brasil – 2000

MPBABY – Cd de músicas infantis para Pais e Filhos

MCD – NEM SOL, NEM LUA – Cd autoral com 11 composições, gravado a arranjado para acordeon e quinteto de cordas, indicado ao Premio Tim como melhor cd de música instrumental 2006, participação especial do Quinteto da Paraíba.

Biscoito fino/2006

TRIO 202 – com Nelson Ayres e Ulisses Rocha – gravado ao vivo em New York, na  Jazz Standart,   AZUL MUSIC/2008

Emilia Miyazaki/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios