Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Asimp/Fiep

Um concerto, com apenas 150 lugares, será realizado nesta quinta-feira, 12, no auditório do SESI/FIEP, a partir das 20h. O evento que tem na coordenação Clóvis Coelho, assessor da coordenadoria da Fiep Londrina, tem na programação a Orquestra Jovem de Londrina, o Quarteto Descoberta e crianças do Projeto Social Sol Maior, capitaneados pelo violinista londrinense, Roney Marczak.
 
A atração da noite fica por conta dos suíços, o maestro Thomas Füri, a soprano, Ursula Bernhard Füri e da juíza, Bettina Arn Von Rosa.  Todos com formação e carreira musical internacional, que estão em Londrina ministrando gratuitamente, aulas de teoria e prática musical, além de conscientização social, cidadania, aos jovens integrantes do Projeto Social Sol Maior.
 
O programa da noite será eclético. Entre os compositores estão Vivaldi, Bach, Hendel, Mozart, Gluck e Villa Lobos, com árias das Bachianas nº 5, na voz de Ursula Bernhard Füri, uma das mais expressivas e reconhecidas sopranos internacionais.
 
“Decidimos realizar este concerto, embora com poucos lugares, mas para agradecer aos três músicos suíços, à disponibilidade em dedicarem um tempo precioso da vida deles no ensinamento destes jovens”, explica Clóvis Coelho. E reforça, “outra finalidade é chamar a atenção do londrinense para a Escola de Música Sol Maior, que forma musicalmente estes jovens e precisa muito da ajuda de todos para continuar este trabalho”.
 
O maestro Thomas Füri, que participou da criação da trilha sonora do filme “Titanic” e a soprano Ursula estão há 20 dias em Londrina e deixam a cidade na próxima semana. A juíza, Bettina Arn Von Rosa, recém - indicada para o Supremo Tribuna Federal de Justiça da Suíça solicitou seis meses de licença para se dedicar as causas sociais. Ela também tem formação musical e apresentará música folclórica ao acordeom.
 
Segundo o coordenador do Projeto Sol Maior, Roney Marczak, a escola forma músicos há oito anos. O projeto subsidia viagens, material didático e em alguns casos roupas e alimentação. Já passaram pelo projeto cerca de 2 mil alunos sem condições de bancarem seus estudos e pelo menos 153 ex-alunos estão hoje no mercado, ganhando a vida como profissionais da música. Os Füri e Bettina Rosa conheceram o projeto através das apresentações do Quarteto Descoberta na Europa.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios