Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Asimp/Fiep

Um concerto, com apenas 150 lugares, será realizado nesta quinta-feira, 12, no auditório do SESI/FIEP, a partir das 20h. O evento que tem na coordenação Clóvis Coelho, assessor da coordenadoria da Fiep Londrina, tem na programação a Orquestra Jovem de Londrina, o Quarteto Descoberta e crianças do Projeto Social Sol Maior, capitaneados pelo violinista londrinense, Roney Marczak.
 
A atração da noite fica por conta dos suíços, o maestro Thomas Füri, a soprano, Ursula Bernhard Füri e da juíza, Bettina Arn Von Rosa.  Todos com formação e carreira musical internacional, que estão em Londrina ministrando gratuitamente, aulas de teoria e prática musical, além de conscientização social, cidadania, aos jovens integrantes do Projeto Social Sol Maior.
 
O programa da noite será eclético. Entre os compositores estão Vivaldi, Bach, Hendel, Mozart, Gluck e Villa Lobos, com árias das Bachianas nº 5, na voz de Ursula Bernhard Füri, uma das mais expressivas e reconhecidas sopranos internacionais.
 
“Decidimos realizar este concerto, embora com poucos lugares, mas para agradecer aos três músicos suíços, à disponibilidade em dedicarem um tempo precioso da vida deles no ensinamento destes jovens”, explica Clóvis Coelho. E reforça, “outra finalidade é chamar a atenção do londrinense para a Escola de Música Sol Maior, que forma musicalmente estes jovens e precisa muito da ajuda de todos para continuar este trabalho”.
 
O maestro Thomas Füri, que participou da criação da trilha sonora do filme “Titanic” e a soprano Ursula estão há 20 dias em Londrina e deixam a cidade na próxima semana. A juíza, Bettina Arn Von Rosa, recém - indicada para o Supremo Tribuna Federal de Justiça da Suíça solicitou seis meses de licença para se dedicar as causas sociais. Ela também tem formação musical e apresentará música folclórica ao acordeom.
 
Segundo o coordenador do Projeto Sol Maior, Roney Marczak, a escola forma músicos há oito anos. O projeto subsidia viagens, material didático e em alguns casos roupas e alimentação. Já passaram pelo projeto cerca de 2 mil alunos sem condições de bancarem seus estudos e pelo menos 153 ex-alunos estão hoje no mercado, ganhando a vida como profissionais da música. Os Füri e Bettina Rosa conheceram o projeto através das apresentações do Quarteto Descoberta na Europa.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.