Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

A beleza não é o único atributo necessário para uma jovem vencer um concurso e se tornar miss. A candidata ao posto precisa demonstrar inteligência, ter interesse em buscar conhecimento e estar engajada em causas sociais. Os organizadores do Miss Nikkey Kids e Teen São Paulo e do Miss Nippon Country Clube estão empenhados em valorizar a educação das candidatas e em formar cidadãs conscientes.

A organizadora do evento, Bárbara Nakatsukasa, conta que muita coisa mudou na história dos concursos e hoje as candidatas precisam ter qualidades que vão além da aparência física. “Hoje está bem diferente, os concursos de Miss Universo, por exemplo, estão adotando práticas assim. A miss tem que ter conteúdo, estudar, e estar engajada em ações sociais”, conta.

Por isso, a preparação não se resume apenas em cuidados estéticos. “A gente desenvolve também a parte de solidariedade e os votos simpatia no dia do evento são destinados a instituições beneficentes. Além disso, um dos prêmios para a vencedora é uma bolsa de estudos. O nosso objetivo é preparar a miss para o mundo, para ser uma pessoa do bem e uma influenciadora com bons exemplos”, completa.

Por isso, o concurso Miss Nippon Country Clube vai dar uma bolsa de estudos em EAD na Universidade Unicesumar para a vencedora da categoria juvenil. “Um dos principais objetivos do concurso, além de destacar a beleza oriental e a integração Brasil-Japão, é promover a educação. As meninas terão essa oportunidade de ganhar um título e ainda garantir sua faculdade”, afirma Bárbara Nakatsukasa.

As inscrições para a edição 2021 do concurso para eleger as mais belas descendentes de japonês, que acontecerá no dia 28 de março no Salão Social do Nippon Country Clube, em Arujá (SP), já estão abertas. Quem desejar desfilar pode se candidatar por meio do site www.e-levenagency.com ou diretamente com a organização pelo WhatsApp (43) 999887102.

Cuidados redobrados

Por causa da pandemia do novo coronavírus, a organização mudou a forma de apresentar as candidatas. Ao invés dos 1.200 convidados que lotariam a capacidade do Salão Nobre do clube, apenas 160 estarão presentes no dia. O público poderá acompanhar o evento on-line e parte dos jurados também avaliarão as candidatas de forma remota.

O salão, que tem pé direito de 10 metros e uma área de 1.200 metros, ficará praticamente vazio. Serão montadas apenas 30 mesas com 3 cadeiras cada para acomodar a diretoria e os parentes das candidatas.

A passarela ficará a uma distância de 3 metros dos jurados e a uma distância de aproximadamente 8 metros das mesas dos convidados. Todos deverão fazer o uso da máscara e não será permitido comer ou beber no salão. As cerca de 30 candidatas só poderão remover a proteção quando estiverem desfilando.

Uma plataforma digital também está sendo criada para garantir que a torcida possa acompanhar o desfile de forma remota, interagir por meio das redes sociais e votar na eleição para a Miss Simpatia.

Amanda Paulo/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios