Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

“Não posso tomar este título apenas para mim. Interpreto esta concessão à toda Igreja Metodista, que aqui chegou antes mesmo de Londrina se tornar município”. Com estas palavras o Bispo João Carlos Lopes - Presidente da 6ª Região Eclesiastica  da Igreja Metodista (que compreende os estados do Paraná e Santa Catarina) e Presidente do Conselho de Igrejas Evangélicas Metodistas da América Latina e Caribe - , destacou o momento especial vivenciado junto com sua família e amigos durante a entrega do título de Cidadão Honorário de Londrina – concedido aos que não nasceram na cidade, mas, que tiveram relevantes histórias de contribuição -. O evento, que contou com a participação de diversos pastores, autoridades políticas, membros de instituições religiosas e imprensa, foi marcado por manifestações de carinho, reconhecimento e emoção.

Iniciando seu discurso com um trecho do hino da cidade, o Bispo marcou pela sensibilidade e reconhecimento pelos 16 anos que pastoreou na comunidade. “Londrina, cidade de braços abertos a todos os filhos do Brasil. Esta parte do hino de Londrina expressa o testemunho deste povo, de lugar abençoado onde estabeleci amizades duradouras. Recebo este título com gratidão e alegria. Londrina é uma cidade que me recebeu de braços abertos. Cidade que permite com que pessoas crescam e se desenvolvam”, destacou o Bispo, que ainda enalteceu o papel da Igreja Metodista na cidade. “É uma comunidade missionária à serviço do povo”.

O título foi uma proposição do Presidente da Câmara de Vereadores de Londrina, Professor Rony Alves (PTB) que também é evangélico e frequenta a Igreja Metodista desde a infância, onde teve a oportunidade de ser pastoreado por João Carlos, quando conduzia o setor de juventude da comunidade religiosa. No seu discurso, pautado sob o viés de muitas lembranças, Rony rememorou e encantou os presentes com as diversas histórias pessoais de momentos os quais presencionou ao lado do Bispo. “O que nos fazemos aqui é reconhecer um homem que participou do crescimento desta cidade. É uma forma de dizer: Londrina sabe reconhecer. Essa coragem, este despreendimento, que o fez abrir mão de tantas coisas pela obra de Deus o faz merecedor. Um homem que optou por um período da sua vida vida, viver debaixo de uma ponte, junto com mendigos, pra poder levar o nome de Jesus é merecedor de todas as honrarias. Mas este título não é nada, comparado ao galardão que Jesus o dará”, disse, emocionado. “Falar de um homem que tem uma formação espiritural de paz e também um grande preparo intelectual, é uma responsabilidade. Muitos exemplos que dou para pessoas hoje, aprendi com os exemplos do bispo”.

Por mais de duas horas, o plenário da Câmara mesclou a solenidade formal oficial com os momentos de louvor e adoração. Momentos estes, os quais foram possíveis observar a forte presença de Deus, tanto nos momentos de clamor e orações, quanto nos cântigos, mediados pelo Ministério de Louvor da Igreja Metodista Central. Alguns, com os olhos embaralhados em lágrimas; outros, com os braços erguidos em adoração, possibilitaram um clamor de agradecimento não apenas pelo reconhecimento público do título, mas, também, pelo trabalho intenso dos homens e mulheres de Deus por Londrina. “Aqui me torno cidadão como consequência e estou muito feliz. Primeiro, sou cidadão de Leópolis, cidade em que nasci. Hoje, cidadão de Londrina, onde tenho muito orgulho. Mas também sou cidadão de Nova Jerusalém, cidade santa de Deus. Cidade onde o título é concedido por Jesus Cristo. Onde todos nos encontraremos um dia”, profetizou.

Um dos momentos mais emocionantes foi a transmissão de um video, produzido pelos filhos, onde pastores, amigos e família expressavam em depoimento as felicitações e contavam momentos especiais vivenciados ao lado de João Carlos. Os filhos, que moram no exterior, e a esposa, Audir Santos Lopes  – também pastora - emocionaram os convidados, com as palavras de amor e carinho direcionadas. Outro momento de comoção, foi o depoimento do pai, João Lopes, a quem o bispo fez questão de afirmar que a pessoa mais importante, presente naquela solenidade, depois de Deus, era seu pai.

Diversas autoridades participaram da solenidade, entre eles, o deputado federal André Zacharow (PMDB), deputado estadual, Edson Prackzic (PRB), o Secretário Municipal de Gestão Pública, Rogério Dias – representando o prefeito Alexandre Kireeff (PSD)-. 

Tiago Dedoné / Assessoria de Comunicação

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios