Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Para bagunçar as pistas, que em tempos de quarentena podem ser a sala, quarto ou aquele cantinho preferido da casa, os artistas apresentam  "Se Pega". Single, que não faz referência a vírus nenhum, chega com a produção musical de Ricô (O Quadro, Marcelo Yuka, Ziminino) e Pedro Itan (Larissa Luz, Alice Caymmi)

O mundo parou, mas fredfellipe - mesmo em casa - deram um jeitinho de caminhar para a fase dois de sua jornada fervida que teve inicio com a faixa "Baguncinha". Dessa vez, o quentíssimo duo está de volta com "Se Pega". Single, que não faz referência a vírus nenhum, chega para agitar a quarentena e falar do que mais temos saudades: o toque, o carinho, o abraço, o beijo, o afago e, sim, a aglomeração. "Nós gostamos de festa e esse som tá aí pra jamais esquecermos disso. Já já a gente vai tá se pegando, se esfregando e fazendo tudo que tem direito. É logo menos. Nós estamos torcendo por isso".

Juntos numa longa estrada, os artistas se encontraram, justamente, por conta da música. Começaram a tocar quando jovens, formando uma banda na adolescência, passando pelo rock, metal, até posteriormente alcançarem os ritmos brasileiros. Cada um escolheu um caminho. Fellipe teve a banda Filtra, que ousava ao misturar psicodelia com sons regionais, e que tocou em festivais e cidades de todo o país. Fred formou a banda Comodoro, projeto que buscava, através dos ritmos musicais brasileiros e latino-americanos, atingir o grande público com uma roupagem mais popular. E nessa construção, ambos unificaram os projetos e tentaram realizar uma bigband.

Alguns shows rolaram e, a partir desse (re)encontro, surge fredfellipe com um novo objetivo: BAGUNÇAR A PISTA. Em parceria com os produtores baianos do selo independente PRBLMS Records, Ricô (O Quadro, Marcelo Yuka, Ziminino) e Pedro Itan (Larissa Luz, Alice Caymmi), a dupla agora se aventura no campo das programações, samples e pontos, bebendo da fonte de todos os ritmos que vem bombando no país. Da bregadeira à pisadinha, do pagodão baiano ao bregafunk, fazendo uma grande celebração ao que mais importa: ser feliz, dançar, se jogar e se permitir.

Ouça aqui: https://youtu.be/JqJBRDi9MII

Tratore/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios