Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

“Quando esse mundo palpável está pesado, denso demais, crer que existem forças para além deste plano que fazem as coisas acontecer é a saída”. Essa é a concepção que Larissa Luz propõe em seu novo single, “Cante Pra Chamar”. Em parceria com o laboratório musical Rumpilezzinho, do maestro Letieres Leite, a cantora, compositora, curadora, produtora, ativista, atriz e empresária evoca o sentimento de fé para atravessar tempos difíceis na canção composta “no auge da pandemia”, como ela conta. A nova canção (ouça aqui), que conta com trecho de uma fala da líder religiosa, educadora e ativista Makota Valdina, também ganhou um videoclipe, já disponível no canal de Larissa no YouTube (assista aqui).

O encontro entre fé e arte foi o impulso de Larissa Luz para a composição da letra de “Cante Pra Chamar”. Nos versos da faixa, a artista busca forças em suas crenças e traz o próprio fazer artístico como válvula de escape de suas percepções e também como fonte de persistência. “O isolamento social trouxe um momento de olhar muito mais para dentro de mim e tentar achar caminhos para atravessar essa fase de uma forma um pouco mais tranquila”, comenta Larissa sobre a sensação que despertou a necessidade de unir o universo que alimenta suas crenças à arte. “Essa música é a junção dessas duas coisas. A minha devoção em relação à arte veio como uma parceira para que eu me mantenha saudável mentalmente e também com a fé, que não me deixa sucumbir”, conta. A força do acreditar se faz presente também a partir de uma fala de uma ilustre figura que foi inserida na obra: Makota Valdina, uma das principais ativistas contra o racismo e intolerância religiosa no Brasil. Durante sua vida, a pensadora e ativista recebeu prêmios como o Troféu Ujaama, do Olodum, Troféu Clementina de Jesus, da União de Negros pela Igualdade (UNEGRO), e foi condecorada como Mestra Popular do Saber pela Fundação Gregório de Matos.

Para adicionar ritmo à faixa que reúne saberes e expressões culturais populares, Larissa Luz contou com a colaboração do projeto Rumpilezzinho na construção da sonoridade de “Cante Pra Chamar”. “Eu já sou parceira de Letieres há um tempo. A gente se conheceu, musicalmente, há muitos anos. Ele já fez participação em um show meu, eu já cantei com a Rumpilezzinho e com a Orkestra Rumpilezz, fui a muitos shows e me emocionei muito com eles”, declara a cantora sobre a relação com Letieres, idealizador dos projetos destacados por ela e companheiro de Larissa no espetáculo teatral Elza, musical em que foi diretor musical.

A inspiração surgida em contexto de isolamento social também se traduziu no registro audiovisual da faixa, que contou com uma equipe de mulheres, liderada por Juh Almeida. A fim de refletir possibilidades visuais realistas e fiéis ao momento em que “Cante Pra Chamar” nasce, a artista baiana aprofunda sua pesquisa em relação a formas de produzir conteúdo visual com recursos reduzidos. Os elementos de religiões de matriz africana que permeiam o videoclipe, unidos à estética mais cotidiana, são o caminho pelo qual Larissa busca despertar no público o sentimento de fé que ela mesma carrega e que desperta a obstinação. “Nem tudo é sobre recursos ou sobre ferramentas em si. Muitas coisas são sobre o olhar e a percepção e a música é uma delas”, finaliza Larissa.

Ouça “Cante Pra Chamar”
Assista “Cante Pra Chamar”

Ficha técnica - música:
Composição: Larissa Luz
Produção artística: Letieres Leite
Direção Musical: Jordi Amorim e Letieres Leite
Arranjos de base e sopros: Jordi Amorim
Programação: Larissa Luz
Produção executiva: Humberto Curujito e Emílio Mwana
Coordenação técnica: Humberto Curujito
Gravação, mixagem e masterização: Tadeu Mascarenhas

Ficha Técnica - vídeo:
Direção, direção criativa, roteiro: Juh Almeida 
Colaboração de roteiro: Larissa Luz 
Stills analógicos: Juh Almeida
Still: Flora Negri 
Assistente de câmera: Flora Negri
Produção: Xulia 
Arte: Jessica Maeda 
Personagem: Adejatay
Montagem, finalização e cor: Natália Farias
Cabelo: Adejatay  
Carol Pascoal/Asimp

#JornalUnião

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.