Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Muitas vezes confundida com modelos, musas, Paloma Castro sempre recusou propostas para trabalhar como estrela de campanhas publicitárias. Com a chegada da pandemia, da quarentena, e sem trabalho, ela decidiu se entregar aos convites para ganhar dinheiro com publicidade.

 “Eu sempre fui confundida com modelos, sempre me paravam nas festas para pedir fotos. No começo eu me sentia encabulada, morria de vergonha quando alguém me confundia, até que a quarentena me fez ficar em casa, e os convites para fotografar chegaram. A ideia de posar na frente de uma câmera sempre me assustou, mas eu acho que era um chamado, não resisti. Estou aqui”, conta.

Paloma passou de maquiadora para Musa Maquiadora, como popularmente ficou conhecida. A loira tem feito trabalhos como modelo durante a quarentena.

“Aquilo que eu mais temia virou mais uma profissão, além da que eu já tenho. Estou modelando, estou apaixonada pelos trabalhos que tenho feito durante a quarentena”, revela

Rômulo Moreira/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios