Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

 “Troca de Calçada” é, no mínimo, avassaladora!

Marília Mendonça é conhecida por sua capacidade de falar diretamente de maneira clara e objetiva, principalmente com as mulheres. Em “Troca de Calçada” ela busca traduzir as dores de uma prostituta em meio ao preconceito e sentimentos. Composta em 2018, por ela Juliano Tchula e Vitor Ferrari. A faixa faz parte de um projeto de singles inéditos, gravados durante a última live feita  em 2020. “Troca de Calçada” já esta em todas as plataformas digitais de áudio e também no canal oficial da cantora no YouTube.

 “Essa música conta a história de uma prostituta. Acho que é uma das músicas mais fortes que eu tenho e eu me convenci a gravar por causa do Twitter”, disse a cantora. E ela tem razão, letra forte e sofrência direcionada.  O apelo dos fãs veio quando Marilia divulgou no Twitter um trecho da faixa-guia de “Troca de Calçada”. Foi o suficiente para os fãs fazerem um mutirão pedindo para ela gravasse. A série de lançamentos inéditos foram compostas por ela e seus parceiros há alguns anos e gravadas durante a live que fez relembrando o início da carreira.

Neste projeto as capas de todos as faixas foram inspiradas em pinturas de artistas famosos e  hoje são de domínio público.  “Foi Por Conveniência”, primeira inédita lançada, retrata “Nighthawks” do artista norte-americano Edward Hopper, pintada em 1942. Já “Troca de Calçada” veio de um clássico de Vincent Van Gogh, “O Terraço do Café à Noite”, de 1888.

Willian Lopes/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.