Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Projeto foi totalmente filmado nos Lençóis Maranhenses, com uma equipe protagonizada por profissionais locais

Ouça e assista aqui: https://youtu.be/tHHsmmEv5MY

Com pegada pop, toques eletrônicos, letras não óbvias que brincam com os sentidos das palavras e a não linearidade das frases, Paolo Ravley divulga videoclipe para a inédita, dramática e sentimental faixa-título de seu próximo álbum, ‘Mundos’, previsto para o segundo semestre de 2021.

“Essa letra me veio de maneira muito natural e instintiva, me fazendo lembrar como eu já lutei muito “contra a maré”, tentei ser quem não era ou tentei “existir pela metade”. Nessa música me convido a viver a plenitude do que sou, minha essência. É uma canção bem introspectiva e pessoal. A considero como uma “carta aberta” para mim mesmo. Esse sou eu, colando os pedaços da minha existência, e me preparando para expor absolutamente tudo de uma forma mais verdadeira e coerente”.

Na sonoridade, pads, leads e programação de beats dão o tom etéreo e, também, indie do projeto.

A versão audiovisual é, mais uma vez, produzida em parceria com JrFranch, responsável por também assinar ‘Pôr do Sol’ e ‘Pele Morena’, ambos disponíveis no YouTube. Agora, em “Mundos”, o cantor e compositor Paolo Ravley surge dançando e interagindo com uma figura toda trajada de preto, simbolizando sua própria imagem e todas as emoções, buscas e movimentos de vida que o embalam.

Filmado nos Lençóis Maranhenses, com uma equipe reduzida e protagonizada por profissionais locais, projeto tem coreografia de Uatila Coutinho e participação do dançarino Luís Luzes. O figurino “interplanetário” é criação de João Almeida.

FICHA TÉCNICA

Direção, roteiro, montagem e coloração: JrFranch

Produção: Paolo Ravley

Câmera: Gabriel Bruno

Figurino: João Almeida

Maquiagem: Maykon Sousa

Assistentes: Marko Mouta, Bruno Mantovani, Ciro Trindade, e Vinicius Santos

Dançarino: Luís Luzes

Paolo Ravley

Paolo é um cantor e compositor maranhense radicado em Paris desde a adolescência. Na capital francesa também trabalhou como modelo e logo decidiu estudar Musicologia na Universidade Paris VIII.

O artista atuou no mercado de música eletrônica como top liner (autor), compositor e intérprete, tendo trabalhado com selos renomados da cena francesa (Serial Records e Scorpio Music) e européia (Armada Music do Armin Van Buuren - “Come and Get It” em parceria com a dupla Ducked Ape).

Desde 2019, depois de uma longa pausa musical, Paolo vinha estudando o mercado brasileiro pois já estava em busca de um retorno repaginado, “livre” para criar um projeto novo que refletiria seu verdadeiro “eu”.

surabhi@assessoriabianco.com

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios

Utilizamos cookies e coletamos dados de navegação para fornecer uma melhor experiência para nossos usuários. Para saber mais os dados que coletamos, consulte nossa política de privacidade. Ao continuar navegando no site, você concorda integralmente com os termos desta política.