Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.
Assembleia Legislativa do Estado do Paraná

A Prefeitura de Cambé, por meio da Secretaria de Assistência Social, lançou o Programa “Cambé que Acolhe”, que visa arrecadar permanentemente móveis, roupas, alimentos e outros produtos para serem distribuídos para a população em casos de emergência ou para famílias em situação de vulnerabilidade social. A distribuição vai ser feita através de um pré-cadastro das famílias nos Centros de Referência em Assistência Social (Cras). Para saber como fazer doações, o telefone para contato é o 3174-0294 – falar com Rosângela Lemos.

A secretária de Assistência Social, Lucilene Diório, explica que a intenção do programa é receber doações de móveis, eletrodomésticos, roupas de cama e banho, dentre outros produtos de forma contínua ao longo do ano. “Com os dados das famílias cadastradas no Cras, nós vamos conseguir fazer a relação das necessidades de cada um e do que temos disponível para a doação”, ressalta. A secretária ainda pontua que as famílias que ainda não têm cadastro no Cras podem fazer a qualquer momento. “Para quem quiser se cadastrar, nós pedimos que entre em contato com a Secretaria de Assistência Social no telefone 3174-0294. A partir desse contato nós vamos orientar a população e também fazer os encaminhamentos necessários”, esclarece.

Diório ainda ressalta que a campanha foi motivada em razão da situação de emergência que a cidade enfrentou por causa das chuvas dos últimos dias. “Felizmente nós conseguimos arrecadar doações dos produtos que as famílias mais perderam durante as chuvas, mas agora com esse programa, nós já vamos ter esses itens guardados para casos de necessidade como essa que vivemos”, diz a secretária.

Tudo o que for arrecadado vai ser armazenado no Centro de Convivência do Idoso, no Jardim Tupi, um local provisório. “Muitas pessoas nos ligam perguntando onde podem doar móveis e outras coisas que não usam mais, então agora vão ter esse local para agrupar todas as doações”, explica. Mas Lucilene Diório faz uma ressalva: “quem for doar tem que ficar atento à condição do produto, pois na maioria das vezes quem vai receber pode não ter condições de providenciar algum conserto ou reparo”.

A primeira doação recebida foi de uma arrecadação promovida pela Rede Massa e que foi entregue na ultima sexta-feira (12). Além disso, Diório explica que o Programa “Cambé que Acolhe” vai ter outras ramificações. “Nós vamos trabalhar com a questão da solidariedade na nossa comunidade. Esse programa vai ser um grande guarda-chuva de outras iniciativas”, explica.

O prefeito Conrado Scheller ressalta que a criação do programa visa dar credibilidade à ação de doar, mostrando ao doador que aquele produto chegará a quem precisa, e também é uma forma de fazer com que a Assistência Social tenha uma espécie de estoque para emergências. “Muita gente relata que deixa de doar porque tem receio que as doações não cheguem àquelas famílias necessitadas. Com o ‘Cambé que Acolhe’, essa desconfiança acaba. Além disso, fomentaremos o espírito solidário durante todo o ano e conseguiremos ter mais formas de ajudar essas famílias carentes”, pontuou Scheller.

NCPMC

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios