Digite pelo menos 3 caracteres para uma busca eficiente.

Campanha foi realizada pelo Lions e Rotary em prol de seus projetos sociais

Encerrada em fevereiro com o sorteio de três carros e 21 motos, a Campanha ‘União Solidária’ arrecadou nesta edição o valor de R$ 4 milhões. Montante este angariado pelo esforço e envolvimento de 466 entidades, de 131 municípios.

Esse é o terceiro ano consecutivo da campanha que acontece nas três regiões de atuação da Sicredi União PR/SP: norte e noroeste do Paraná e Centro e Centro-leste Paulista, no interior de São Paulo.

Em 2020, a campanha foi realizada respectivamente pelo Lions Clube Paranavaí, Lions Clube de Londrina Igapó e Rotary Club de Piracicaba e em cada região foram sorteados um carro e sete motos pela Loteria Federal, prêmios estes doados pela Sicredi União PR/SP e Cocamar. O Fiat Mobi foi o modelo do veículo sorteado e as motocicletas Honda CG 160 Start.

A ação, que teve início em março do ano passado, impactou 692 mil pessoas nos dois estados, com a distribuição de mais de 400 mil cupons para concorrer no sorteio e vendidos ao preço de R$ 10 cada número. No total, as entidades arrecadaram R$ 4,073 milhões, cujo valor foi revertido integralmente para os 528 projetos sociais participantes e as instituições que venderam os cupons premiados também ganham uma moto.

Premiados

Na Regional Norte, o ganhador do Fiat Mobi foi Hélio Gomes, morador de Itapeva; e das motos, Lidiane Sposi (Alvorada do Sul/PR), Neyde Zacheo (Ibiporã/PR) e Isaias Geraldo da Silva (Cambé/PR). As entidades contempladas com moto pelas vendas dos números sorteados foram: Associação Assistencial Meimei, Associação Obras Sociais Olimpia Ferreira e IRV Instituição Renovando Vida.

Sobre a campanha

A ‘União Solidária’ tem apoio do Sicredi União PR/SP, mas cabe ao Lions e ao Rotary organizar as entidades, selecionar os beneficiados e distribuir os cupons da campanha para venda, de acordo com os projetos inscritos e aprovados no site www.campanhauniaosolidaria.com.br, além de realizar o sorteio.

O objetivo da campanha é que as entidades possam vender os cupons e, com os recursos obtidos, possam investir em seus projetos de transformação social. Os valores arrecadados são aplicados integralmente na finalidade apresentada e, ao final campanha, a entidade tem que fazer a prestação de contas do seu projeto que pode ser voltado para as áreas social, educacional, esportiva, pets, saúde, meio ambiente, cultura, entre outros.

Benê Bianchi/Asimp

Comentários:

Seja o primeiro a comentar!


Deixe seu comentário:

Aceita receber as novidades do Jornal União em seu e-mail?
* todos os campos são obrigatórios